Colunista
NEGROS ou pardos passaram a ser 50,3% dos estudantes de ensino superior da rede pública em 2018, porém, como formavam a maioria da população (55,8%), permaneceram sub-representados. Além disso, entre a população negra ou parda de 18 a 24 anos que estudava, o percentual cursando ensino superior aumentou de 2016 (50,5%) para 2018 (55,6%), mas ainda ficou abaixo do percentual de brancos da mesma faixa etária (78,8%), informa a Agência Brasil.
NESSE mesmo período o percentual de jovens de 18 a 24 anos negros ou pardos com menos de 11 anos de estudo e que não frequentava escola caiu de 2016 (30,8%) para 2018 (28,8%). Esse indicador era de 17,4% entre os brancos, em 2018. No mercado de trabalho, os negros ou pardos representavam 64,2% da população desocupada e 66,1% da população subutilizada. E, enquanto 34,6% dos trabalhadores brancos estavam em ocupações informais, entre os negros ou pardos esse percentual era de 47,3%.
RENDIMENTO médio mensal das pessoas brancas ocupadas (R$2.796) foi 73,9% superior ao da população negra ou parda (R$1.608). Os brancos com nível superior completo ganhavam por hora 45% a mais do que os negros ou pardos com o mesmo nível de instrução. A desigualdade também estava presente na distribuição de cargos gerenciais: somente 29,9% deles eram exercidos por pessoas negras ou pardas. Em relação à distribuição de renda, os negros ou pardos representavam 75,2% do grupo formado pelos 10% da população com os menores rendimentos e apenas 27,7% dos 10% da população com os maiores rendimentos. Enquanto 44,5% da população negra ou parda vivia em domicílios com a ausência de pelo menos um serviço de saneamento básico, entre os brancos esse percentual era de 27,9%.
NEGROS ou pardos são mais atingidos pela violência. Em todos os grupos etários, a taxa de homicídios dos negros ou pardos superou a dos brancos. A taxa de homicídios para negros ou pardos de 15 a 29 anos chegou a 98,5 em 2017 contra 34 para brancos. Para os jovens negros ou pardos do sexo masculino a taxa foi 185. Também não há igualdade de cor ou raça na representação política: apenas 24,4% dos deputados federais, 28,9% dos deputados estaduais e 42,1% dos vereadores eleitos eram negros ou pardos. Esses dados são do estudo Desigualdades Sociais por Cor ou Raça no Brasil do IBGE. Em 2018, 43,1% da população brasileira era branca; 9,3%, negra; e 46,5%, parda. Esses três grupos juntos representavam 99% do total de moradores do país.
NAMORADA de Lula, socióloga Rosângela da Silva,52 anos, conhecida pelo apelido de Janja, vai deixar o emprego na Itaipu Binacional para morar com Lula. Janja está na empresa desde 2005 e ganha R$ 20 mil por mês. A saída dela da Itaipu foi acertada com a direção da empresa, que é presidida pelo general Joaquim Silva e Luna. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo. Janja chegou à Itaipu a pedido de Lula, atendido pelo então presidente da empresa, Jorge Samek, que esteve no comando da binacional entre 2003 a 2017.
NO pacote de medidas de trabalho estabelecido na criação da medida provisória que cria o programa Verde Amarelo, o governo do presidente Jair Bolsonaro aproveitou para revogar dispositivos da CLT. Entre os artigos revogados, estão os que estabelecem a exigência de registro profissional de jornalistas, publicitários, radialistas, químicos, arquivistas e até guardador e lavador de veículos. Em relação ao registro profissional de jornalista, a Medida Provisória acaba ainda com a exigência legal de diploma de jornalismo para o exercício de algumas funções. A medida ainda revoga leis que regulamentam o exercício de profissões como corretor de seguro e guardador e lavador de carros – uma lei de 1975 exigia o registro na Delegacia Regional do Trabalho para guardar e lavar veículos automotores.”.
FOI aprovada na CCJ da Assembleia Legislativa a autorização para empréstimo de R$ 1,6 bilhão por parte do Executivo estadual. A proposta original era de R$ 1,5 bi, mas foi elevada para mais R$ 100 milhões. O acréscimo será destinado, basicamente, a obras que devem ser realizadas no âmbito da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SEAB) e que tratam de pavimentação de estradas rurais e saneamento básico. O PL, que está em regime de urgência, autoriza o Estado a contratar operação de crédito com instituições financeiras públicas e privadas, com a garantia da União. Os recursos deverão ser aplicados em projetos de infraestrutura rodoviária, localizados em várias regiões, e também na área de segurança pública. 
DEPUTADO Anibelli Neto disse na Convenção do MDB Mulher do Paraná, em Curitiba, que o partido vai lançar candidato a prefeito na capital e nos principais municípios paranaenses. Em Curitiba vai de João Arruda e pode eleger quatro vereadores. E até dobrar esse número se Requião aceitar entrar na parada. Há um esforço concentrado para recuperar o partido da derrota na eleição estadual do ano passado.
ADVOGADA Ronsângela Moro publicou um post no Instagram em que comemora a chegada do admirado marido Sérgio Moro a Curitiba um dia depois do ex-presidente Lula ser solto e esculhambar com o “pai da Lava Jato”. Ao fim, a senhora Moro escreve: “Berço da Lava-Jato” e, sem citar a soltura de Lula, conclui: “Tudo dará certo e se não deu, é porque não chegou ao fim”. Michelle Bolsonaro, a primeira-dama, comentou: “É verdade. Amém!”.
FOLGA do feriadão começou anteontem para os deputados. Para isso eles anteciparam a sessão que deveria ocorrer ontem, realizando quatro sessões consecutivas – sendo uma ordinária, duas extraordinárias e outra ordinária que deveria ser realizada na quarta-feira. Oficialmente a antecipação ocorreu em razão da 5ª etapa do processo de interiorização do governo que acontece nesta semana em Pato Branco (Sudoeste), e que, segundo a direção do Legislativo, contará com a participação dos parlamentares.
HOJE (14/11) é o Dia Mundial do Diabetes, uma doença causada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, um hormônio que regula a glicose no sangue e garante energia para o organismo. Atualmente a doença atinge cerca de 13 milhões de brasileiros, segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes.
FOI aprovado em definitivo anteontem pela Assembleia Legislativa projeto do governo do Estado que prorroga por mais um ano os mandatos dos atuais diretores e diretores auxiliares das escolas da rede estadual de educação básica. O projeto foi aprovado por 34 votos contra 7. A eleição para a direção das escolas, em que votam alunos, professores e os pais e mães de estudantes, deveria ser realizada entre novembro e dezembro deste ano.
ALIANÇA pelo Brasil é o nome do novo partido a ser criado pelo presidente Bolsonaro. Anteontem à tarde ele anunciou a sua desfiliação do PSL, pelo qual foi eleito. Para analistas dos atuais 53 deputados federais somente metade deve acompanhar Bolsonaro para a nova sigla, enquanto que dos oito estaduais, apenas dois já declararam a possibilidade de mudança. Isto porque haverá eleição municipal no ano que vem e eles acham que não conseguirão um capital eleitoral no prazo
PARA Marco Aurélio Mello, do STF, o “Brasil já tem partidos em demasia”. Ele é ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral, a quem caberá avaliar futuramente o eventual pedido de criação de uma nova sigla. Atualmente há 32 agremiações registradas na Corte Eleitoral. “Resta saber se vai haver aprovação. Eu, quando estive na atuação no TSE, na aprovação dos últimos partidos, eu votei pela desaprovação. Ao invés de se buscar a correção do fundo, se busca a correção da forma, da vitrine”, criticou Marco Aurélio.
FRASE: Os governos existirão enquanto os indivíduos não tiverem capacidade necessária para se conduzir (Adão Myszak).

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.