Colunista
VENDAS do comércio na Black Friday cresceram 6,4% em 2019 em relação a 2018, superando a projeção de alta de cerca de 4,0%. Esse crescimento, acima das expectativas, repete o acontecido em 2018. Os dados foram divulgados pela Associação Comercial do Paraná (ACP), que representa com exclusividade a Boa Vista no Estado. Os dados consideram as consultas do período de 26 (terça-feira) a 30 (sábado) de novembro de 2019, comparadas às consultas realizadas entre 20 a 24 de novembro de 2018. Somente na sexta-feira (29) a estimativa é que as vendas tenham crescido 8% em relação a 2018.
AGRAVAMENTO da crise econômica em 2014, após um período de abundância de renda e crédito, criou um enorme contingente de brasileiros inadimplentes, sem condições de voltar ao mercado. Hoje, quase um terço dos consumidores (30%) com restrição ao crédito tem mais de uma dívida em atraso, sendo que 56% dos empréstimos foram feitos há mais de sete anos, segundo pesquisa da empresa de recuperação de crédito Recovery.
LEVANTAMENTO analisou dados de 25 milhões de pessoas que fazem parte da carteira administrada pela companhia, líder na cobrança de dívidas em atraso no País. De acordo com a pesquisa, a dívida média é de R$ 3.116 e a maioria dos endividados está localizada no Nordeste e no Sudeste e tem idade entre 25 e 45 anos. Ao todo o Brasil tem 60 milhões de inadimplentes. Boa parte deles surgiu na esteira do aumento do desemprego nos últimos anos, que chegou a deixar 14 milhões de pessoas sem trabalho. Com a renda em queda, os índices de inadimplência dispararam e ainda não retornaram aos níveis pré-crise. No cheque especial, que hoje tem os maiores juros do País (e que passarão a ser limitados em 2020), a inadimplência é de 16,1% – bem maior que os 14,2% do início do ano.
PREÇOS médios do etanol hidratado subiram em 16 Estados e no Distrito Federal na semana passada, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas. Houve queda em 9 Estados brasileiros. Na média dos postos pesquisados pela ANP houve alta de 0,84% no preço médio do etanol na semana passada ante a anterior, de R$ 2,980 para R$ 3,005. Em São Paulo, principal Estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, houve alta de 0,43% no período e a cotação média do hidratado variou de R$ 2,804 para R$ 2,816 o litro. A maior alta semanal, de 3,66%, foi no Rio de Janeiro e a maior queda, de 1,06%, no Ceará. Na média brasileira, o preço do biocombustível pesquisado pela ANP acumulou alta mensal de 2,66%.
INSTITUIÇÕES aumentaram pela quarta semana seguida a estimativa para a inflação deste ano. A projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA – a inflação oficial do país) subiu de 3,46% para 3,52%. A informação consta no boletim Focus, pesquisa semanal do Banco Central que traz as projeções de instituições para os principais indicadores econômicos. Para 2020 a estimativa de inflação se mantém há cinco semanas em 3,60%. A previsão para os anos seguintes também não teve alterações: 3,75% em 2021 e 3,50% em 2022. A meta de inflação definida pelo Conselho Monetário Nacional é 4,25% em 2019; 4% em 2020; 3,75% em 2021 e 3,50% em 2022, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, atualmente definida em 5% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom). A previsão do mercado financeiro para a cotação do dólar permanece em R$ 4,10 para o fim deste ano e R$ 4,01 para 2020.
PROJEÇÃO para a expansão do Produto Interno Bruto – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – manteve-se em 0,99%. As estimativas das instituições financeiras para 2020 variaram de 2,20% para 2,22%. Para os anos seguintes, não houve alteração em relação à pesquisa anterior: 2,50% em 2021 e 2022.
SENADOR Oriovisto Guimarães (Pode-PR) apresentou à Comissão de Constituição e Justiça parecer favorável à chamada PEC Emergencial. Entre as sugestões de alterações no texto original, ele propõe a adequação do período de férias de juízes e membros do Ministério Público aos de outros servidores públicos. A proposta, contudo, só valerá para novos concursados nessas carreiras. “Gozam de incríveis 78 dias de descanso anuais, enquanto que os integrantes de carreiras congêneres em Portugal, para ficar somente num exemplo de um país que passou por grave crise fiscal e hoje está em franco processo de soerguimento, gozam de 30 dias”, escreveu Oriovisto.
SENADO vota nesta terça-feira (03) projeto que isenta templos religiosos e entidades beneficentes da cobrança de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços. O plenário já definiu o regime de urgência para a matéria, que foi aprovada no último dia 26 na Comissão de Assuntos Econômicos, onde foi relatada pelo senador Irajá (PSD/TO). O projeto prorroga por mais 15 anos, contados a partir de 2017, a possibilidade de os estados darem isenções, incentivos e benefícios fiscais ou financeiro-fiscais a essas instituições. O benefício fiscal para essas entidades havia sido extinto em dezembro de 2018.
TAXA de desocupação de brasileiros no terceiro trimestre deste ano foi de 11,8%, conforme a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) do IBGE. No Paraná 8,9% da população está sem emprego, o que representa queda de 0,1 ponto percentual em relação ao trimestre imediatamente anterior, quando 9,0% dos que moram no Paraná procuravam trabalho. O índice é igual ao registrado no primeiro trimestre.
GUARAPUAVA completa 200 anos no dia 9 de dezembro e as comemorações irão envolver a população com atividades intensificadas neste mês. Ao longo do ano, a Prefeitura de Guarapuava desenvolveu ações sobre a data festiva em diversas áreas, como educação, cultura e meio ambiente. O calendário especial de eventos já começou domingo (1º) e vai até o dia 18.
RAMO de consórcios encerrou o mês de outubro com resultado positivo. De acordo com a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios houve aumento de 12,8% nas adesões em relação ao mesmo período do ano passado. A movimentação do setor até outubro foi de R$ 110 bilhões.

AMEAÇAS
anônimas pela internet estão sendo recebidas por deputados estaduais para votarem contra a proposta de reforma da previdência estadual em discussão na Assembleia Legislativa. Segundo fontes da Casa, os parlamentares acionaram os órgãos de segurança para investigarem a origem das mensagens, que alertam para possíveis retaliações a eles ou suas famílias, em caso de votação favorável à proposta do governo do Estado, que aumenta alíquotas da previdência e estabelecem idades mínimas de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens para a aposentadoria de servidores públicos. O texto, encaminhado por e-mail, chega a falar em um suposto “plano de extermínio” contra deputados que votarem à favor da proposta, e contra “suas proles”.
SECRETÁRIO de Segurança Pública, Rômulo Marinho, buscou o setor da inteligência da pasta para identificar os policiais civis que estão ameaçando os deputados estaduais que apoiam a reforma da previdência proposta pelo Governo do Estado. Rômulo Marinho vai abrir sindicância e os policiais envolvidos vão responder pelas ameaças. A punição pode ir de advertência até a exoneração do cargo, dependendo da gravidade dos ataques aos parlamentares.
FRASE: Na juventude deve-se acumular o saber; na velhice fazer uso dele (Jean-Jacques Rousseau)

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.