Colunista
CLIMA político vem esquentando em Paranavaí nos últimos dias, embora com antecedência de quase um ano e meio das eleições municipais. Em reação a provocações, o ex-vereador e locutor Mohammed Smail vem respondendo ao Executivo à altura. O mesmo vem ocorrendo com o vereador Lucas Barone (MDB).
PRIVILEGIADOS ministros do STF vão poder continuar se regalando enquanto 13 milhões de brasileiros passam fome. O desembargador federal Kassio Marques, vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), derrubou liminar (decisão provisória) concedida segunda (6) pela 1ªInstância da Justiça Federal para suspender um processo de licitação para compra de refeições, incluindo itens como filé de lagosta, vinhos premiados e uísque envelhecido.O magistrado atendeu pedido da Advocacia-Geral da União que recorreu em nome do STF, após a juíza Solange Salgado, da 1ª Vara Federal de Brasília, ter suspendido o edital de licitação para o pregão eletrônico.Em sua decisão o desembargador Kassio Marques afirmou não considerar que a “licitação se apresente lesiva à moralidade administrativa”.
CUSTO da cesta básica subiu em todas as 18 capitais analisadas pela Pesquisa Nacional da Cesta Básica, em abril, de acordo com o Dieese. As altas mais expressivas ocorreram em Campo Grande (10,07%), São Luís (7,10%) e Aracaju (4,94%). A cesta mais cara do país foi a de São Paulo, onde o conjunto de alimentos essenciais custava, em média, R$ 522,05, seguida pela cesta do Rio de Janeiro, R$ 515,58, e de Porto Alegre, R$ 499,38. As cestas mais baratas, em abril, eram as de Salvador, R$ 396,75, e Aracaju, R$ 404,68. 
NOS primeiros quatro meses de 2019, todas as cidades analisadas pela pesquisa apresentaram alta acumulada. Os maiores aumentos foram observados em Vitória (23,47%) e Recife (22,45%). O menor aumento acumulado ocorreu em Florianópolis, com alta de 5,35%. Com 4,07% Curitiba foi a 8ª capital onde mais subiu.Com base na cesta mais cara do país, observada em São Paulo, o valor do salário mínimo em dezembro, necessário para suprir as despesas de um trabalhador e de sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, seria de R$ 4.385,75, o que equivale a 4,39 vezes o valor do salário mínimo atual, de R$ 998,00.
NO País o estoque público de medicamentos atingiu uma situação crítica em todos os estados. De um total de 134 remédios que são distribuídos obrigatoriamente pelo Ministério da Saúde, 25 estão com os estoques zerados em todo o país. Além disso, no Paraná há outros 19 medicamentos cujo estoque é considerado em nível crítico, ou seja, com previsão para esgotar em menos de 30 dias. De acordo com o Conselho Nacional de Secretários da Saúde, a crise de desabastecimento já afeta 2 milhões de pessoas (considerando-se apenas os medicamentos com estoque zerado) e é considerada a maior crise da história do Brasil na oferta de medicamentos para o sistema público de saúde. 
SE o problema não for resolvido em breve o Paraná pode ficar sem 36% dos 134 medicamentos fornecidos pelo Ministério da Saúde. Para se ter noção do tamanho do problema, dentre os já esgotados estão drogas para tratamentos de câncer, leucemia em crianças e inflamações diversas.Também falta medicação para pessoas que receberam transplantes de rins e de fígado, sem os quais os pacientes correm o risco de precisar remover e descartar o órgão transplantado, uma vez que o corpo receptor pode não conseguir se adaptar sem a ajuda de imunossupressores.
PR – Partido da República, passará a ser denominado PL – Partido Liberal. O Tribunal Superior Eleitoral aprovou anteontem a mudança da denominação.A legenda, que tem o número 22, obteve o registro de seu estatuto no TSE em 19 de dezembro de 2006.A mudança foi acolhida pela maioria dos filiados presentes à convenção (dos 182 participantes, 173 votaram a favor).
TV Educativa, que no governo Roberto Requião passou a ser chamada Paraná Educativa e que no Beto Richa virou E-Paraná, vai mudar novamente de nome. Passará a ser TV Paraná Turismo. A mudança de nome se dará numa solenidade no Canal da Música na próxima segunda-feira.Segundo fontes palacianas, com nome similar à autarquia Paraná Turismo, que passou a fazer parte da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, a TV irá produzir conteúdo direcionado ao turismo e engloba o compromisso do governo de investir 35% do orçamento da comunicação neste setor.
PASMEM os brasileiros(as): STF) decidiu nesta quarta-feira por 6 votos a 5 que as Assembleias Legislativas dos Estados têm o poder para revogar a prisão de deputados estaduais, expandindo a estes as imunidades previstas para parlamentares federais no artigo 53 da Constituição. Os ministros negaram uma liminar (decisão provisória) pedida pela Associação dos Magistrados Brasileiros para suspender normas aprovadas pelas assembleias de Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Mato Grosso que permitem a revogação de prisões de seus membros, salvo em casos de flagrante de crimes inafiançáveis.Também ficou permitido às assembleias sustar ações penais abertas contra deputados estaduais. É o Brasil…
PRESIDENTES do Brasil, Jair Bolsonaro e do Paraguai, Mario Abdo Benítez, lançam na próxima sexta-feira (10) a pedra fundamental da segunda ponte entre os dois países. No evento eles ainda assinam os convênios de delegação da construção e também do repasse de recursos de Itaipu. A solenidade de assinaturas será às 13h no Marco das Três Fronteiras, na região do Porto Meira, em Foz do Iguaçu. Participam da cerimônia ministros de Estado, diretores e conselheiros da Itaipu, representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e do Governo do Paraná, entre outras autoridades.
SEGUNDA ponte é um sonho de mais de 30 anos e o início de sua construção foi assumida pelo presidente Bolsonaro logo depois de sua posse. A obra é considerada estruturante e movimentará a economia da região. Todos os custos – R$ 456.138.389,24 – serão bancados pela Itaipu, sem nenhum impacto na tarifa paga pelo consumidor de energia.Segundo o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, a ponte permitirá no futuro bem próximo a integração de grande parte da América Latina. A estimativa é que a obra seja concluída em 36 meses, ou seja, durante a gestão do presidente Bolsonaro e de Silva e Luna.Com a nova ligação Foz do Iguaçu (260 mil habitantes) – Presidente Franco (93 mil habitantes), a Ponte Internacional da Amizade, que existe há 54 anos, ficará exclusiva para veículos leves e ônibus de turismo.
FRASE: Em um mundo feito de aparências, feliz é aquele que é feito de verdades (Popular).

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.