Colunista
EM audiência pública de prestação de contas na Assembleia Legislativa nesta quarta (05) o secretário de Estado da Fazenda, Renê Garcia Júnior, afirmou que a crise econômica brasileira deve se agravar no segundo semestre e que, por isso, o governo não tem condições de conceder o reajuste aos servidores públicos em 2019. O funcionalismo – que está com os salários congelados desde 2016 – cobra a reposição da inflação de 4,94% dos últimos 12 meses. Um grupo de servidores públicos que acompanhou a audiência nas galerias da Assembleia se manifestou cobrando o pagamento da data-base, com palavras de ordem. 
DE acordo com Garcia não há perspectiva de melhoria da arrecadação em 2019 o que impediria qualquer aumento de despesa. “A economia brasileira vai ter uma recessão profunda no 2º semestre, crescimento zero. A economia brasileira está em processo de destruição. Isso que ninguém entendeu ainda”, disse o secretário. “Eu seria irresponsável se garantisse nesse momento qualquer incremento na despesa que não estivesse previsto na programação orçamentária”, afirmou.
FORÇA-TAREFA da Lava Jato do Ministério Público Federal no Paraná denunciou nesta quarta-feira (5) o ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) e outras seis pessoas pelos crimes de corrupção ativa e passiva, fraude licitatória e lavagem de dinheiro envolvendo as obras de duplicação de uma rodovia estadual em 2014. É a terceira denúncia contra o tucano no âmbito da operação.
DE acordo com a Procuradoria, aliado ao seu ex-assessor, Ezequias Moreira, seu irmão, o ex-secretário José Richa Filho, e a outros dois empresários, Rafael Gluck e José Maria Ribas Muellet, o ex-governador fraudou a licitação para exploração e duplicação da PR-323, que liga Maringá a Francisco Alves, no noroeste do Paraná. Eles teriam agido em favor do Consórcio Rota das Fronteiras, composto, entre outras, pelas empresas Tucumann Engenharia e Odebrecht. Para garantir que outras empresas não ameaçassem a licitação, os agentes públicos teriam descumprido algumas formalidades legais e, em troca, teriam recebido cerca de R$ 7,5 milhões.
EX-ASSESSOR de Richa, Deonilson Roldo, teria recebido pelo menos R$ 4 milhões da Odebrecht agindo em nome do ex-governador, seu irmão e Ezequias. O contador do tucano, Dirceu Pupo, e Luiz Abi Antoun, primo de Richa, por sua vez, teriam atuado como intermediários da negociação, para dissimular o recebimento dos valores.
MDB do Paraná decidiu colocar a sede histórica do partido em Curitiba à venda para pagar dívidas da legenda da última campanha eleitoral. A informação é do blog da jornalista Roseli Abrão. O imóvel, localizado em área nobre, na Av. Vicente Machado, no bairro do Batel, é avaliado em R$ 2,3 milhões. A venda foi decidida pela Executiva Estadual do partido, atualmente presidida pelo ex-deputado federal João Arruda, sobrinho do ex-governador Roberto Requião. Dívidas da campanha de 2014 teriam sido pagas com dinheiro do fundo partidário, o que é proibido por lei. Para não correr o risco de perder os recursos do fundo, restou vender o imóvel para cobrir os débitos. 
NAS últimas eleições o MDB manteve a trajetória de encolhimento que já vinha registrando nos últimos anos. Principal liderança do partido no Estado, Requião não conseguiu se reeleger para o Senado, ficando sem mandato. João Arruda, que disputou o governo, terminou a eleição com 705.976 votos, ou 13,19% dos votos válidos, atrás do governador eleito, Ratinho Jr (PSD) e da ex-governadora Cida Borghetti (PP). 
DEPUTADO federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) alertou que um excesso de cortes no texto da reforma da Previdência será prejudicial ao país. Ele é contrário, por exemplo, à retirada de estados e municípios da proposta. “Retalhar demais a reforma é caminho certo para o fracasso. Se começarmos a retirar estados, municípios e darmos tratamento especial para um número excessivo de categorias a reforma não se completa nunca. Ela tem que ser para todos e principalmente para os que ganham mais e se aposentam cedo”, defendeu. Por pressão de alguns estados, a comissão que analisa a matéria já vem estudando um mecanismo para incluir na reforma apenas os estados mais endividados e com o maior número de idosos. “Não creio que esse seja o caminho. O ideal é aprovarmos uma regra geral”, avalia.
COMO já aconteceu no passado, a Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou nesta semana um projeto de lei do senador Dário Berger (MDB-SC) que antecipa para segunda-feira os feriados que caírem nos demais dias da semana. Há exceções: Confraternização Universal (1º de janeiro), Carnaval, Sexta-Feira Santa, Dia do Trabalho, Corpus Christi, Dia da Independência, Nossa Senhora Aparecida e Natal. Segundo o portal “Poder360”, a medida pode modificar ao menos três feriados: Tiradentes (21 de abril), Finados (2 de novembro) e Proclamação da República (15 de novembro). O autor pondera que a mudança impediria o “enforcamento” de feriados em dias úteis, pela “tradição” em se prolongar as datas que caem de 3ª a 5ª feira. 
BRASILEIRO é direitista e democrata, segundo a pesquisa encomendada pela Universidade Vanderbilt, em parceria com a FGV, informa O Antagonista. Os dados mostram que, para 29% dos brasileiros todos os políticos são corruptos. Para outros 50%, mais da metade dos políticos são corruptos. Para 15%, metade. Para 6%, menos da metade. Só 1% respondeu que nenhum político é corrupto.
FROTA de aeronaves do empresário catarinense Luciano Hang (dono da Havan) acaba de ganhar um reforço de peso: um jato executivo Bombardier Global 6000, um dos maiores aviões particulares do mundo. A aeronave, que tem autonomia para voar de Florianópolis a Berlim veio do Canadá e custou o equivalente a R$ 250 milhões – R$ 25 milhões só em impostos. Estreante na lista dos bilionários da revista Forbes deste ano, Hang tem três helicópteros e, com o Bombardier, três jatos, que exigem 11 pilotos contratados e dois mecânicos, mais cinco trabalhadores que atuam nos hangares. Hang mantém um hangar no Aeroporto de Navegantes, mas o novo jato, por enquanto, é mantido em Porto Alegre por falta de espaço. O Bombardier tem 30 metros de comprimento e espaço para piloto, copiloto e mais 16 passageiros. O empresário negocia áreas para ampliar o hangar de Navegantes ou abrir um novo em Florianópolis.
TRIBUNAL de Contas do Estado começou a notificar os prefeitos dos 399 municípios do Paraná sobre a verificação que fará em seus portais da transparência no segundo semestre deste ano. O trabalho, que será feito em parceria com a Universidade Positivo, terá como base o Índice de Transparência da Administração Pública, metodologia desenvolvida pelo órgão de controle no ano passado que futuramente servirá como critério de apreciação das contas anuais. 
POR meio das informações contidas no link as prefeituras poderão verificar os critérios estabelecidos na última versão da planilha. Os quesitos atendem ao disposto na Resolução nº 9/2018 da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon). O índice será adotado para o ranking nacional da entidade. Até o início da aferição, os municípios poderão, por iniciativa própria, adequar seus portais da transparência aos itens constantes na planilha. Caso necessário, o TCE-PR está à disposição para esclarecer dúvidas de seus jurisdicionados sobre o assunto. A intenção é que a partir de 2020 o ITP seja utilizado para avaliar os portais dos demais poderes e da esfera estadual.
FRASE: Quem confia na lei do retorno não se vinga; deixa a vida cobrar (Popular).

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.