Colunista
GREVE dos professores estaduais do Paraná, suspensa desde 13 de julho passado, pode terminar definitivamente na manhã deste sábado (10). A APP-Sindicato convocou assembleia geral a ser realizada na sede social do Paraná Clube a partir das 8h30, “momento importante para a categoria se informar sobre as negociações, avaliar a conjuntura e decidir coletivamente os rumos da luta”, diz o presidente da entidade, prof. Hermes Leão. Um dos itens em discussão é que o governo decidiu deixar para o ano que vem a elaboração conjunta de um novo modelo de contratação de professores pelo regime PSS (Processo Seletivo Simplificado).
GOVERNO enviará à Assembleia a proposta que prevê a aplicação em folha de 2% de reposição em janeiro do ano que vem; 1,5% em janeiro de 2021 e mais 1,5% em janeiro de 2022 – os dois últimos índices estão condicionados à disponibilidade de caixa e ao cumprimento dos requisitos da Lei de Responsabilidade Fiscal. Além disso, conforme consenso com os servidores, o governo retirou de tramitação na última quarta-feira (7) o projeto da Lei de Eficiência na Gestão do Estado. E, no mesmo dia, anunciou que o modelo de contratação via PSS não sofrerá alterações neste ano. Os atuais contratos serão prorrogados até julho do ano que vem. As medidas tranquilizam 20 mil professores que atuam hoje nas 2,1 mil escolas estaduais do Paraná e devem encerrar a greve da categoria em definitivo, neste sábado (10).
LEI de Diretrizes Orçamentárias aprovada para 2020 na Câmara, mas que ainda precisa passar por sessão conjunta com o Senado, prevê que o salário mínimo seja reajustado para R$ 1.040 em 2020. O aumento nominal será de 4,2% na comparação com o valor atual do mínimo (R$ 998). A variação é a mesma prevista para o INPC. Para os dois anos seguintes, a proposta sugere que a correção também siga apenas a variação do INPC. Em relação à meta fiscal, o projeto prevê um déficit primário para 2020 no valor de R$ 124,1 bilhões para o governo central, que considera as contas do Tesouro Nacional, da Previdência Social e do Banco Central. Para este ano, a meta é de déficit de R$ 139 bilhões.
RELATOR da LDO na Comissão Mista de Orçamento modificou o trecho da proposta enviada pelo governo que trata da destinação de recursos para o Fundo Eleitoral para as eleições municipais de 2020. Segundo ele, o texto original do Executivo não estabelecia limite para os repasses. Em seu parecer, o relator definiu teto de 0,44% da Receita Corrente Líquida deste ano, equivalente a R$ 3,7 bilhões.
ACATANDO um pedido da Rede Sustentabilidade, o ministro Gilmar Mendes, do STF, concedeu na noite de anteontem, uma liminar para impedir que o jornalista estadunidense Glenn Greenwald, responsável pelo site The Intercept Brasil, seja investigado ou responsabilizado por receber, obter ou publicar informações. Segundo a Agência Brasil, em sua decisão o ministro escreveu ser “corolário imediato da liberdade de expressão o direito de obter, produzir e divulgar fatos e notícias por quaisquer meios. O sigilo constitucional da fonte jornalística (art. 5º, inciso XIV, da CF) impossibilita que o Estado utilize medidas coercivas para constranger a atuação profissional e devassar a forma de recepção e transmissão daquilo que é trazido a conhecimento público”.
Como destaca o site, desde junho o Intercept tem publicado mensagens trocadas por autoridades da República. Glenn afirma ter obtido o material de uma fonte anônima. Estão sendo reveladas supostas irregularidades na Operação Lava Jato. É o Brasil e o STF…

DEPUTADA
federal e ex-senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, anunciou sua separação do ex-ministro Paulo Bernardo, com quem já não convivia há mais de um ano. Em pouco mais de dois anos Gleisi Hoffmann (PT-PR) testemunhou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, a prisão do líder maior do seu partido e a derrota nas urnas que escancarou uma força antipetista no país. Enquanto o PT enfrentava sua maior crise, Gleisi entrava para a lista de investigados da Operação Lava Jato, trocou o Senado pela Câmara, tornou-se a primeira mulher a assumir a presidência do Partido dos Trabalhadores e se separou do ex-ministro Paulo Bernardo, com quem estava casada desde 1998 e com quem tem dois filhos, de 17 e 13 anos. 

ADVOGADA,
53 anos, Gleisi disse em entrevista à UOL que pretende se manter no comando do maior partido de oposição do país. Questionada sobre um cenário para as eleições presidenciais de 2022, Gleisi usa o futuro do pretérito para afirmar que, se o ex-presidente Lula tiver condições – ele cumpre desde 2018 pena de 8 anos de prisão e já foi condenado em primeira instância a outros 12 anos – não haverá dúvidas sobre sua candidatura. Na planilha de repasses irregulares da Odebrecht ganhou o apelido de “amante” e tem seu nome rimado com a palavra louca na língua inglesa (Crazy Hoffmann), dado o comportamento aguerrido. “A vida sexual dos homens nunca é discutida na esfera pública”, reflete a petista de 1,60m, que só não se tornou freira porque o pai não deixou.

DEPOIS
que a ONU (Organização das Nações Unidas) disse para o mundo produzir menos carne vermelha bovina porque a flatulência do gado é danosa à natureza, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) recomendou que a população faça “cocô dia sim, dia não” para melhorar a vida de quem sofre com a poluição ambiental. A resposta foi dada em entrevista a jornalistas na manhã desta sexta-feira  (9), na saída do Palácio do Alvorada. Em tom de ironia, ele fez a afirmação quando questionado se é possível conciliar crescimento e preservação. Para o presidente, é necessário que seja feito um planejamento familiar como estratégia para controlar o crescimento populacional. “O mundo, quando eu falei que cresce mais de 70 milhões por ano, precisa de uma política de planejamento familiar. Você olha as pessoas que têm mais cultura têm menos filhos. Eu sou uma exceção à regra, tenho cinco. Mas como regra, é isso”, afirmou o presidente.
PCC (Primeiro Comando da Capital) instalou na Penitenciária Estadual de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, seu centro contábil. É do presídio que ao menos dois chefes do PCC elaboram planilhas e verificam a arrecadação da organização criminosa que surgiu em São Paulo na década de 1990 e hoje tem membros espalhados por todo o país. Esse novo dado descoberto pela Operação Cravada, realizada pela PF (Polícia Federal) em 23 cidades de sete estados, reforça a impressão de que o presídio de Piraquara, que tem capacidade para abrigar 743 detentos, virou uma espécie de “quartel-general” fora dos domínios paulistas.

DESDE
fevereiro a polícia monitora a atividade administrativa do PCC dentro do presídio. De lá para cá, presos responsáveis pela contabilidade da facção chegaram a ser isolados pelo Depen-PR (Departamento Penitenciário do Paraná). Apesar do aperto na fiscalização, a PF admite que presos de Piraquara conseguiam administrar a arrecadação e os repasses de até R$ 1 milhão por mês. O dinheiro vinha de mensalidades de cerca de R$ 250 pagas por membros da facção e era empregado em benefício dos líderes do grupo e também no financiamento de outros crimes. A quantia é vista pela investigação como “fluxo de caixa”, e considera apenas a verba das mensalidades. Segundo relatório da PF, a facção arrecada dinheiro ainda com o tráfico de drogas, assaltos a instituições financeiras e jogo do bicho.
FRASE: Ser natural é a mais difícil das poses (Oscar Wilde)  

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.