Cotidiano
BRASÍLIA – “Fake News!”. É fake news”. “Não compartilhe, porque é fake news”. Talvez esta seja a palavra do momento. Está na língua do povo. 
Mas, afinal, o que significa fake news? Na tradução do inglês para o português é “notícia falsa”. Nada mais, nada menos do que nosso famoso termo “É mentira”! 
E essas notícias falsas ou mentirosas, como preferir, chegam até nós muito facilmente por meio das redes sociais e de aplicativos de mensagens. Há também aqueles que são impactados por elas em meio a uma conversa com a família ou com os amigos.
As fake news estão por todo o lado e precisamos aprender a identifica-las e desmenti-las. Principalmente aquelas que envolvem a saúde. Sim, porque algumas destas notícias falsas podem e acabam impactando negativamente a nossa saúde. 
Receitas milagrosas contra doenças, informações desencontradas sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), a cura de algumas patologias, entre outras notícias fabricadas e criadas para nos enganar.
O Blog da Saúde decidiu reunir algumas das mais famosas fake news relacionadas à saúde, desmentindo estas notícias. Veja!
Brasil Sorridente:
Um site falso que funciona como “phising”, isto é, roubo de dados diz que, para ser atendido pelo Programa Brasil Sorridente, que oferece atendimento odontológico, é necessário o envio de informações pessoais. O SUS é gratuito e universal. Isso quer dizer que toda a população em território nacional tem direito à assistência em saúde bucal, portanto não é necessário fazer cadastro por telefone, por aplicativo ou link enviado por Whatsapp. Além disso, não há pré-requisitos para atendimento no programa. Caso receba essa solicitação de cadastro, não forneça seus dados e procure denunciar às autoridades competentes.
Nova gripe e o Chá de erva-doce:
Uma mensagem supostamente escrita pelo Hospital das Clínicas de São Paulo orienta as pessoas a tomarem chá de erva-doce e diz que tem a mesma função do medicamento Tamiflu. Isso foi esclarecido e é fake news. 
O chá de erva-doce não possui o princípio ativo do Tamiflu (fosfato de oseltamivir). Mesmo pessoas vacinadas, ao apresentarem os sintomas da gripe – especialmente se são integrantes de grupos mais vulneráveis às complicações – devem procurar, imediatamente, uma unidade de saúde. O médico é que vai avaliar a necessidade de prescrever uso do antiviral fosfato de oseltamivir. O remédio é prescrito em receituário simples e está disponível no SUS. O início do tratamento deve ser preferencialmente nas primeiras 48 horas após o início dos sintomas.
Água de coco quente cura câncer:
Uma mensagem espalhada por meio de aplicativos assegura que água de coco quente mata células cancerígenas. A fake News vem acompanhada de uma receita para que as pessoas possam tomar a água e se curar contra diversos tipos de cânceres. 
Mas, o Ministério da Saúde alerta que não existe um alimento específico ou milagroso para a prevenção e/ou cura do câncer. Não existem evidências científicas que atribuam tal capacidade a água de coco quente. 
O que previne o câncer é praticar uma alimentação saudável, manter o peso corporal adequado e praticar atividade física. Uma alimentação saudável e protetora de câncer é composta por alimentos in natura, alimentos minimamente processados e preparações culinárias feitas com esses alimentos. 
Além disso, uma alimentação saudável também deve ser pobre em alimentos ultraprocessados, que são aqueles prontos para aquecer e consumir, pobre em carnes processadas e sem bebidas alcoólicas. (por Erika Braz)

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.