Cotidiano
Eduardo Santana
Da Alep
Na semana em que ocorre o Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado na próxima quarta-feira, dia 5 de junho, a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) realiza uma série de eventos em sua agenda para tratar exclusivamente do tema. Já na terça-feira (4), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) realiza uma sessão temática na qual serão debatidos projetos de lei voltados à proteção dos animais e do meio ambiente.
O presidente da CCJ, deputado Delegado Francischini (PSL), explicou que a ideia foi definida em conversa com o deputado Goura (PDT), que é presidente da Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais da Alep. “Em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente vamos reunir propostas legislativas com essa temática e dar agilidade a projetos já propostos, e também receber novas iniciativas dos parlamentares”, afirmou Francischini.
Ainda na terça, a Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais se reunirá às 10h30, na sala das Comissões, também para debater, votar e dar celeridade às propostas sobre o tema que tramitam na Casa.
HOMENAGEM – Na quarta-feira, Dia Mundial do Meio Ambiente, dois eventos propostos pelo deputado Goura marcam a celebração da data na Assembleia. Pela manhã, às 9 horas, o Plenarinho da Casa recebe audiência pública que homenageará a obra do arquiteto e urbanista Jorge Wilheim. “Será dia de celebração dupla, destacando o trabalho de um dos mais importantes e visionários planejadores urbanos do país, trazendo o papel do planejamento para a qualidade de vida nas cidades e conservação do meio ambiente”, explica Goura.
Morto em 2014, Jorge Wilheim foi o principal artífice do Plano Preliminar de Urbanismo de Curitiba (PPU) da década de 60, sendo um dos responsáveis para a criação do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC). Na década de 1950, projetou uma cidade para 15 mil pessoas no Mato Grosso. A cidade, Angélica, é hoje vista como modelo de planejamento urbano. Wilheim também realizou aquele que foi o primeiro estudo de impacto ambiental do Brasil, para a Alcoa, no Maranhão. Na administração pública, esteve à frente da secretaria de meio ambiente de São Paulo, a primeira do Brasil. Também implantou a primeira utilização oficial de álcool combustível no país, programa que seria conhecido mais tarde como Pró-Alcool.
Exposição – Ainda na manhã de quarta-feira, também às 9 horas, será instalada no Espaço Cultural da Assembleia a exposição fotográfica “Pensar a cidade reconhecendo seus rios”, do arquiteto e urbanista Gabriel Gallarza. Na mostra, serão apresentadas imagens do “Projeto Retratos de Belém”, na qual Gallarza fotografou os 20 km do Rio Belém, o maior rio curitibano, do limite com Almirante Tamandaré até quase São José dos Pinhais. “Um rio não é apenas um patrimônio natural. É também uma representação do modo de vida que está nas margens e contribui para o sentido de identidade e pertencimento”, diz Gallarza.
CONSCIENTIZAÇÃO – O Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho foi instituído pela Organização das Nações Unidas em 1972, durante a Conferência da ONU sobre o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo, na Suécia. O objetivo é aumentar a conscientização a respeito de questões ambientais e a necessidade de preservação de recursos naturais. Este ano o tema escolhido pela ONU para a data é “poluição do ar”. 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.