Cotidiano
Nesta segunda-feira, 10, os vereadores integrantes da Comissão de Constituição e Justiça se reuniram para a deliberação de projetos que estão em trâmite legislativo.
Um dos projetos analisados regulamenta a prestação do serviço de transporte remunerado privado individual de passageiros em Paranavaí por aplicativos baseados na internet, que passou por aprimoramento da técnica legislativa pelo propositor Lucas Barone, e agora segue para apreciação em plenário na próxima sessão ordinária. 
Outras propostas que vão à votação são a que concede título de cidadania honorária a Ailton Salvador e também a que institui o tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e às empresas de pequeno porte em Paranavaí, conforme as normas previstas no Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, estabelecido pela Lei Complementar nº 123/06. No documento, o Executivo justifica que além da necessidade legal, é de interesse público à adoção deste Estatuto, visto que define MEI, ME e EPP, reconhecidamente grandes geradores de emprego e renda, como agentes estratégicos do desenvolvimento local e regional. 
Quanto ao Projeto de Lei nº 026/2019, que autoriza o Município de Paranavaí a receber bens imóveis em doação da União, com encargo a título gratuito, de área de 31.920 metros quadrados e 14 mil metros quadrados de construção, antigo Instituto Brasileiro do Café, IBC, a CCJ deliberou por solicitar informações à Secretaria de Desenvolvimento Urbano quanto ao custo real da reforma para adequação do imóvel que irá abrigar equipamentos públicos, antes de ser incluído na Ordem do Dia.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.