Cotidiano
Voluntários da Copel estão em campo para levar orientações sobre a prevenção de acidentes, por ocasião da 13ª Semana Nacional de Segurança com a Energia Elétrica. A principal atividade desta edição da campanha é o alerta sobre as situações de risco de choque elétrico na construção civil, manutenção predial e poda de árvores.
O recado está sendo levado em palestras e visitas a canteiros de obra, lojas de ferramentas e materiais de construção.
A construção civil e atividades correlatas lideram a estatística de acidentes com energia elétrica, no Paraná e no Brasil. Na área de concessão da Copel, foram registrados no ano passado 12 acidentes na construção civil, um em atividade de pintura e dois durante poda de árvores próximas da rede elétrica, representando 41% do total de ocorrências com a população. Na estatística nacional, a construção civil respondeu por 55% dos casos de choque elétrico registrados em 2018. Foram 89 acidentes fatais registrados no país, em atividades de construção, envolvendo energia elétrica.
O gerente de Segurança da Copel Distribuição, Alessandro Maffei da Rosa, alerta que guardar a distância correta da rede elétrica e manter a atenção às atividades executadas são as principais medidas de prevenção dos acidentes com a energia nos canteiros de obra. “De maneira geral, se a construção estiver a uma distância abaixo de cinco metros da rede elétrica, é preciso uma avaliação e a adoção de medidas preventivas”, alerta o engenheiro. Caso a distância seja muito pequena – abaixo de 1,38m da alta tensão – é necessário mudar o projeto, ou acionar a Copel para providenciar o afastamento da estrutura de rede elétrica.
Outras orientações importantes que estão sendo levadas no contato com os profissionais durante esta semana são:
Sempre utilizar os equipamentos de proteção individual;
Tomar cuidado na movimentação de estruturas metálicas, como barras de ferro, vergalhões, trilhos e antenas;
Evitar o contato da fiação com ambientes úmidos;
Emendas e conexões devem ser feitas com material próprio para este fim.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.