Cotidiano

Com a chegada da primavera neste mês de setembro, e consequentemente o aumento da temperatura, o Corpo de Bombeiros de Paranavaí recebe diversas ligações relacionadas a enxames de abelhas. A orientação é que as pessoas não fiquem próximas da colmeia, principalmente os idosos, as crianças e os alérgicos.

De acordo com o tenente do 9º Subgrupamento de Bombeiros Independente – Paranavaí, Victor Kamei Kay, mesmo que o enxame de abelhas gere medo ou desconforto, é importante que as pessoas evitem fazer barulhos próximos as colmeias ou removê-las com a aplicação de venenos, já que as abelhas possuem um papel importante na natureza e seu extermínio configura crime ambiental.

A maioria das ligações recebidas pela corporação refere-se a enxames transitórios ou migratórios, “isso ocorre quando uma nova abelha rainha sai da colmeia original para formar outra, acompanhada das abelhas operárias, necessitando parar em alguns locais para descansar e indo embora após um período”, comenta o tenente.

As abelhas operárias são fêmeas incapazes de reprodução. São responsáveis pela produção do mel e da cera, além da construção das colmeias, coleta e transporte de néctar.

“O Corpo de Bombeiros deverá ser acionado, em casos de ataque a pessoas, até para poder isolar e sinalizar o local, caso este esteja no passeio ou na via pública. A remoção das colmeias deve ser realizada por apicultor, devidamente treinado e paramentado”, explicou o tenente.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.