Cotidiano
Vitor Abdala
Da Agencia Brasil 
 
Policiais federais prenderam ontem (12) duas pessoas em flagrante durante uma operação para desarticular uma organização criminosa especializada no tráfico de animais silvestres. O grupo vendia os animais através das redes sociais e comercializava inclusive aranhas ameaçadas de extinção.
A operação é coordenada pela Delegacia Federal de Macaé, no norte fluminense, e cumpriu mandados de busca e apreensão que estão sendo cumpridos nos estados do Rio de Janeiro, de São Paulo, do Espírito Santo e Paraná.
As investigações começaram no ano passado e contam com o apoio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.