Cotidiano
A equipe da Divisão de Resíduos Sólidos da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo recebeu representantes da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). O objetivo é ampliar a iniciativa de logística reversa das embalagens do segmento em todo o Estado.
No encontro realizado quinta-feira (27), a Abihpec compartilhou as atividades desenvolvidas no Estado com o programa Dê a Mão para o Futuro e se propôs a apresentar, em um prazo de trinta dias, alternativas para a implantação da logística reversa que atendam as necessidades dos municípios do Paraná.
Segundo o coordenador da Divisão de Resíduos Sólidos da secretaria, Laerty Dudas, a intenção é ampliar o programa para o Estado e equipar as associações em municípios para que eles possam fazer o trabalho de reciclagem com mais estrutura e equipamentos.
“A reunião nos possibilitou a acreditar que chegaremos a um grande resultado, vamos aguardar o que será apresentado para que a gente possa realmente atingir os municípios lá na ponta”, explicou Dudas.
O consultor jurídico do programa, Fabrício Soler, destacou a implantação do projeto há cerca de nove anos em cooperativas de reciclagem. Ele também agradeceu o convite do Estado para que possam trabalhar juntos em prol dos municípios, das cooperativas, catadores e do meio ambiente.
“É um trabalho de cooperação para atender à política nacional de resíduos e para também ao sistema de logística reversa, e tem sido um programa considerado uma referência dentro do programa de logística de embalagem”, destaca Soler.
INICIATIVA – O programa Dê a Mão para o Futuro é um projeto de logística reversa para embalagens de higiene pessoal, perfumaria e cosmético, criado há cerca de nove anos com a iniciativa de três entidades parceiras: Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec); Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Limpeza e Afins (Abipla), e Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias (Abimapi).
O Programa é realizado com a contribuição fundamental dos catadores de materiais recicláveis e cooperativas. Dentre suas realizações está a reforma de galpões, reestruturação de equipamentos, maquinários, Big Bags e aquisição de caminhões para potencializar o funcionamento de cooperativas no Estado.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.