Cotidiano
CURITIBA – Representantes do Governo do Estado, de sindicatos de servidores e parlamentares participaram ontem da segunda reunião da comissão permanente criada para debater as demandas do funcionalismo estadual. 
No encontro, foram discutidos as projeções de despesas e receitas do Governo para 2019 e também as estimativas levantadas pelo Fórum das Entidades Sindicais do Paraná (FES).
“As divergências nestes números são naturais porque estamos trabalhando com previsões e estimativas, tanto da arrecadação do Estado quanto nos gastos. E os gastos, em especial, são afetados pelas aposentadorias”, explicou João Giona, superintendente do Observatório de Desempenho Governamental, da Casa Civil.
De acordo com Giona, o objetivo do grupo é tentar chegar num consenso para que seja possível apresentar uma proposta de reposição salarial para os servidores mantendo as despesas do Estado dentro do limite da lei de responsabilidade fiscal.
“A reunião de hoje foi importante porque permitiu aprofundar os estudos de despesa e receita do Governo”, afirmou Hermes Leão, presidente da APP Sindicato. A próxima reunião do grupo foi marcada para o dia 21 de maio, às 16 horas.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.