Cotidiano
Os dois navios de bandeira iraniana, que aguardam abastecimento na área do Porto de Paranaguá, estão prestes a zarpar. A questão, que estava sendo resolvida na Justiça desde o início de junho, chega ao desfecho neste final de semana.
De acordo com a Diretoria de Operações da empresa pública Portos do Paraná, nesses quase 50 dias em que os navios permaneceram fundeados, todo apoio necessário foi dado para as embarcações, tripulantes e agentes envolvidos na operação.
Com o passe de saída, assim que abastecido, o MV Bavand seguirá para o Porto de Bandar Imam Khomeini (IRBIK), no Irã. Já o MV Termeh irá para o Porto de Imbituba, Santa Catarina.
ABASTECIMENTO – O navio MV Bavand, que já está carregado com 48 mil toneladas de milho, vai receber 1,3 mil toneladas de combustível (Petróleo MF380CST). O Termeh, que está vazio, vai receber 600 toneladas.
Segundo a empresa que presta serviço para a Petrobras no abastecimento de navios, eles estão alinhando com a agência marítima a programação (dia e hora) para o abastecimento.
OPERAÇÃO – No Porto de Paranaguá apenas uma empresa faz este serviço para a Petrobras. São duas barcaças com capacidade para carregar até 1.450 toneladas de combustível.
O abastecimento de navios pode ser feito com as embarcações atracadas no cais ou fundeadas. A operação é segura, com barreiras de contenção para evitar que qualquer produto caia no mar.
O trabalho é feito por sete marinheiros, devidamente qualificados. Com mais de dez anos de experiência nesse tipo de atividade, eles passam por treinamentos e capacitação periódicos.
Em média, a empresa realiza de 50 até 90 abastecimentos de navios por mês. Os abastecimentos são feitos dentro de uma área limite – de mar mais calmo, com menos trânsito de embarcações. Na Baía de Paranaguá, o limite é próximo à Ilha das Cobras.
INFORMAÇÃO – Nenhum dos dois navios iranianos movimentou carga nos Portos Paranaenses. As embarcações apenas fizeram parada técnica de apoio, para abastecimento, no Porto de Paranaguá.
Este ano, de janeiro até o último dia 25, seis navios passaram no Porto do Paraná apenas para abastecer.
As origens das embarcações foram, além do Irã, Libéria, Bahamas e Dinamarca.
No total, já foram mais de 1.300 atracações, em 2019, de navios de mais de 50 nacionalidades diferentes.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.