Cotidiano

ADÃO RIBEIRO

Adã[email protected]

 

Paranavaí e região se despediram ontem do radialista Joaquim de Paula, 74 anos. Voz marcante, o comunicador fez carreira por diversas emissoras de rádio do Sul do Brasil, muitas no Noroeste Paranaense. Foi a primeira voz da Frequência Modulada (FM) de Paranavaí, na pioneira Rádio Caiuá, fundada em 1983. Também se mostrou visionário ao fundar o primeiro blog de notícias de Paranavaí. Antes, Joaquim de Paula acumulou vasta experiência em emissoras importantes, como a B2 de Curitiba e a Rádio Gaúcha de Porto Alegre.

Além da trajetória no rádio brasileiro, Joaquim de Paula fundou a Gênius Publicidade no final da década de 1980, se tornando uma referência na área. Provavelmente todos os moradores de Paranavaí ouviram a voz inconfundível de Joaquim em comerciais de empresas ou comunicados públicos e privados. Uma grande quantidade de paranavaienses também se informou através do Blog do Joaquim, outro pioneiro que comunicava com respeito e leveza ao se referir aos fatos e pessoas.

O filho do comunicar, contabilista Joaquim de Paula Júnior, confirmou ontem que o pai estava aposentado e tinha alguns problemas de saúde, mas nada considerado grave. No sábado, porém, teve um infarto e foi hospitalizado na Santa Casa de Paranavaí. Por volta das 2h30 de ontem sofreu um novo infarto e não resistiu. Ele aguardava transferência para o Hospital João de Freitas de Arapongas.

O corpo foi velado em Paranavaí até o começo da tarde de ontem. Depois, seria levado para Nova Londrina e sepultado no final da tarde. Joaquim Júnior explica que a família morou em várias cidades da região, fixando residência em Nova Londrina. Os pais do radialista estão sepultados naquela cidade.

Natural de Indiana, interior de São Paulo, Joaquim de Paula deixa a esposa Rita, além dos filhos Denise, Joaquim Júnior e Guilherme e netos. Deixa também um legado para os atuais e futuros comunicadores. Caso do radialista Roy Júnior, que ao se despedir de Joaquim de Paula em seu blog (Roy News), se referiu a ele como “mestre” e assim escreveu: “Obrigado Joaquim de Paula, pela amizade. Obrigado por sempre me mostrar o caminho certo da vida e do rádio… O que sou, de bom, o que aprendi de bom… Devo a você meu mestre…”.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.