Cotidiano
Da Redação
A greve dos servidores públicos estaduais do Paraná continua. Foi o que informou a APP-Sindicato de Paranavaí, na tarde de ontem, depois que o governador Ratinho Junior cancelou a reunião que teria com os trabalhadores.
O movimento é unificado e tem adesão de diferentes setores do funcionalismo. Em Paranavaí, parte dos professores e dos servidores de escolas estaduais e a equipe do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) integram o movimento grevista.
A expectativa da APP-Sindicato é que a recusa do governador em negociar com a categoria motive outros funcionários estaduais a aderirem à greve, que ganhou, no último sábado (28 de junho), reforço dos trabalhadores da saúde.
Entre as reivindicações dos trabalhadores está o reajuste salarial, com defasagem de 17%. A categoria quer que as negociações partam do índice de 4%. 
Outro ponto evidenciado pela categoria está o Projeto de Lei Complementar 04/2019 que vincula o plano de carreira dos servidores à receita corrente líquida. Os servidores também pedem a realização de concursos públicos para novas contratações.
ESCOLAS – No caso dos estabelecimentos estaduais de ensino, a recomendação é que pais e mães liguem antes de enviar os filhos. É que há professores que não aderiram à greve, ou seja, pode haver aula normal em algumas escolas. 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.