Cotidiano
O 1º Simpósio Estadual de Saúde da Pessoa com Deficiência será no dia 3 de dezembro, no auditório da Celepar (Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná) e é aberto à participação de todos os profissionais que atuam na área. 
A organização é da Divisão de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência e do Centro Regional de Atendimento Integrado ao Deficiente (Craid), ambos da Sesa, com o objetivo de contribuir no aprimoramento profissional, fortalecer e qualificar a linha de cuidados às pessoas com deficiência. 
Em 3 de dezembro é celebrado o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, data estabelecida desde 1998 pela Organização das Nações Unidas (ONU) para ampliar o debate sobre o tema.
Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), uma em cada sete pessoas no mundo vive com alguma deficiência, totalizando cerca de 1 bilhão de pessoas. No Brasil, segundo Censo do IBGE 2010, 23,91% da população possui uma ou mais deficiências.
No Paraná, a estimativa é de 2.280.549 pessoas com uma ou mais deficiências.
A Secretaria de Estado da Saúde mantém a Linha de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência, com ações de cuidados à pessoa com deficiência física, auditiva, intelectual, visual, ostomias ou múltiplas deficiências, sendo temporárias ou permanentes, progressivas ou estáveis, intermitentes ou contínuas.
“Estas ações visam a prevenção e identificação precoce de deficiências em todas as faixas de idade, do pré-natal à vida adulta, além do tratamento e reabilitação. Mantemos apoio técnico e financeiro aos 323 serviços que atendem às pessoas com deficiência, como as Apaes, que desenvolvem um trabalho reconhecido e que têm todo nosso respeito”, afirma o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto.
CUIDADO – Outros pontos de atenção especializada estão distribuídos por todo o Estado, nas 22 Regionais de Saúde. Atualmente, o Paraná conta com 25 serviços de modalidade única em reabilitação física e 19 na modalidade de reabilitação auditiva. Em Foz do Iguaçu, a Sesa mantém, em parceria com o município, o Centro Especializado de Reabilitação. 
 
O Paraná conta ainda com o Programa de Atenção ao Autismo, que estende a atenção para as pessoas com autismo, familiares e cuidadores. O programa também realiza o cadastro do Transtorno do Espectro do Autismo. O objetivo de identificar e conhecer a realidade das pessoas com TAE e direcionar ações de cuidado.
INSCRIÇÕES – As inscrições para o 1º Simpósio Estadual de Saúde da Pessoa Com Deficiência podem ser feitas pelo email [email protected]

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.