Cotidiano

O líder do Governo Federal na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros (PP-PR), esteve em Paranavaí neste sábado (08/05) para ouvir os membros da Sociedade Civil Organizada sobre o projeto de duplicação da BR-376, de Paranavaí até a divisa com o Mato Grosso do Sul, passando pelo Porto São José, em São Pedro do Paraná. Também foi apresentada proposta de construção de uma ponte ligando os dois estados.

Recentemente, o assunto foi discutido em audiência pública com Parlamentares e lideranças da região noroeste. As atuais concessões de pedágio no Paraná terminam no fim do ano e o Governo Federal apresentou um novo modelo de concessão de rodovias, o de leilão híbrido, que leva em conta os critérios de menor tarifa, com percentual limitado, e maior outorga. A previsão, segundo os técnicos é investir aproximadamente R$ 42 bilhões. A região noroeste integra o lote 4 da licitação e engloba 690 quilômetros de estradas, com previsão de instalação de cinco novas praças de pedágio, em Guairaçá, Jussara, Cianorte, Umuarama e Francisco Alves.

De acordo com o presidente da Socipar, Demerval Silvestre, a duplicação é indispensável para o desenvolvimento econômico de toda a região. “Essa obra é fundamental para ampliar o escoamento da produção agrícola do Centro-Oeste até o Porto de Paranaguá e reduzirá em 120 quilômetros o trajeto de quem viaja de um estado para outro, reduzindo os valores de frete para os transportadores”.

O deputado Ricardo Barros ouviu os argumentos apresentados e falou que só com a união das lideranças e forças políticas da região noroeste esse projeto pode sair do papel. “Eu tenho um carinho muito grande e uma atenção especial aos municípios do noroeste. Nós temos uma parceria afinada com os prefeitos e deputados que representam essa região, e somente com a união de todos podemos avançar com essa reivindicação. Podem contar comigo para ser parceiro desse projeto”.

Também estiveram presentes no encontro o prefeito de Santa Cruz de Monte Castelo, Fran Boni, o prefeito de Terra Rica e atual presidente da Amunpar (Associação dos Municípios do Noroeste do Paraná), Júlio Leite, o presidente da Aciap (Associação Comercial de Paranavaí), Rafael Cargnin, o bispo diocesano de Paranavaí, Dom Mario Spaki, os empresários Gilberto Pratinha, Ivo Pierin Júnior e Arildo Zocante, o cartorário Dante Ramos Júnior, o radialista Valderci Silva e a diretora do campus da Unipar em Paranavaí, professora Edwirge Vieira Franco.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.