Destaque

Sua trajetória como jogadora, coordenadora técnica e gestora a credenciava para ocupar um cargo deste porte

 

Quem encontrou Aline Pellegrino em seus primeiros dias na CBF já notou uma de suas principais marcas: a inquietude. De uma sala para a outra, entre os corredores, a nova Coordenadora de Competições Femininas chegou arregaçando as mangas, ciente da responsabilidade e do trabalho que lhe aguardam à frente do futebol feminino do país.

Mas nada disso a assusta. Acostumada a encarar adversidades dentro e fora dos gramados, Aline chega ao novo cargo, criado a partir de sua contratação, com objetivos, desafios e planos bem definidos. Afinal, pouca gente conhece tanto do assunto quanto ela. Em entrevista exclusiva ao site da CBF, a ex-capitã da Seleção Brasileira dissecou as ideias que servirão como norte para o seu trabalho e garantiu: o futebol feminino só vê caminho para frente. Para trás, nunca mais.

“Significa um olhar que vai além da fala do presidente. É real. As coisas estão acontecendo, a atenção para o futebol feminino. E a CBF cuida de competições e de seleções, então você tem a Duda olhando Seleções e a Aline olhando competições. Acho que é um tripé que se fecha bem e eu acredito que, olhando esse cenário, mostra que não vamos dar passo atrás com o futebol feminino. Vamos seguir muito alinhados com as diretrizes da FIFA e da CONMEBOL, em relação ao desenvolvimento do futebol feminino. Tenho certeza que os frutos vão vir para a gente pensar em um planejamento de longo prazo”, constatou Pellegrino.

A chegada de Aline Pellegrino ao comando do futebol feminino do país era um momento esperado por muitos. Sua trajetória como jogadora, coordenadora técnica e gestora a credenciava para ocupar um cargo deste porte. E quando ela foi anunciada pelo Presidente da CBF, Rogério Caboclo, foi como se voltasse aos tempos de atleta, recebendo uma convocação para defender o seu país.

Das mãos de Caboclo, recebeu uma camisa da Seleção, ao lado de Duda Luizelli, que assumia, no mesmo dia, o posto de Coordenadora das Seleções Femininas. Uma imagem que, mais do que qualquer palavra, mostra nas mãos de quem está o futebol feminino brasileiro.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.