Destaque

Uma reivindicação antiga dos municípios do Noroeste do Paraná é a vinda de uma delegacia da Polícia Federal para nossa região. Atualmente, os moradores do Noroeste que necessitam dos serviços da PF, como a emissão de um passaporte, por exemplo, precisam ir até Maringá para serem atendidos.

Aproveitando a vinda do ministro da Justiça e Segurança Pública. André Mendonça, à Querência do Norte para a inauguração de uma nova base náutica às margens do rio Paraná, o presidente da Amunpar (Associação dos Municípios do Noroeste Paranaense) e representantes de várias entidades, OAB, Advog, Conselho de Segurança e Sociedade Civil Organizada, entregaram pessoalmente ao ministro um requerimento de instalação de uma delegacia regional da PF na região.

Pedido foi entregue na última sexta-feira durante inauguração de base náutica em Querência do Norte.
Foto: Igor Lima

Edílson Avelar, representando a Advog (Associação dos Advogados do Noroeste do Paraná), disse que essa é uma reivindicação antiga de Paranavaí. “Desde 2002 lutamos juntamente com entidades, poder público, Judiciário e Ministério Público, para nossa cidade se consolidar como polo no aspecto de segurança com a vinda de Delegacia da Polícia Federal. Com isso teremos mais segurança, pois infelizmente nossa região é rota de contrabandistas de armas, traficantes e contrabandistas. Somos rota do crime e não queremos mais isso”.

O presidente da Amunpar, Carlos Maia (prefeito de São João do Caiuá), disse que o ministro se comprometeu com o pedido. “Nós queremos regionalizar uma delegacia que seja fixada em Paranavaí ou Loanda para que fique mais próxima de nossa população. O ministro André Mendonça se comprometeu com gente e nos disse que vai dar andamento a essa reivindicação de nosso povo e de todos os prefeitos da região Noroeste”.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.