Destaque

Expectativa é receber aproximadamente 3.200 estudantes, de maneira gradativa, intercalando atividades presenciais e remotas, conforme protocolo de segurança

Levantamento feito pela Secretaria de Educação de Paranavaí mostra que 57% dos alunos deverão retornar às escolas municipais a partir desta segunda-feira (8), data em que as atividades letivas de 2021 terão início. Considerando os 5.600 estudantes incluídos na programação, o percentual representa quase 3.200 crianças e adolescentes, distribuídos em 19 estabelecimentos de ensino.

Adélia Paixão destaca que o protocolo de volta às aulas foi avaliado por profissionais técnicos

A secretária de Educação, Adélia Paixão, explicou que o calendário elaborado pelo Comitê Municipal de Volta às Aulas estabelece a retomada de maneira gradativa, com escalonamento de turmas e seguindo o modelo híbrido, que intercala aulas presenciais e remotas.

Nas escolas municipais, cada grupo terá, em média, 10 alunos. A divisão levou em conta o número de estudantes matriculados por turma e o tamanho das salas de aula, já que o protocolo de prevenção à Covid-19 exige distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas.

De acordo com as regras para o retorno às escolas, a adesão às aulas presenciais é facultativa. “Estudantes que acompanham as atividades não presenciais de forma satisfatória e que demonstrarem bom rendimento na avaliação diagnóstica podem continuar exclusivamente em atividades não presenciais, se os pais ou responsáveis assim concordarem.”

Segundo a pesquisa realizada pela equipe da Secretaria Municipal de Paranavaí, aproximadamente 27% dos pais ou responsáveis legais optaram por não enviar os filhos para as escolas neste primeiro momento. Outros 16% das crianças e dos adolescentes estão incluídos nos chamados grupos de risco, portanto, deverão permanecer em casa e estudar pelo sistema remoto.

Ainda não há previsão de retomada as atividades letivas para crianças com menos de dois anos.

LIMITAÇÃO DO ACESSO – O protocolo definido pelo Comitê de Volta às Aulas foi submetido à avaliação do Comitê de Operação Emergencial (COE), grupo formado por técnicos e representantes de diferentes segmentos da sociedade que acompanham os números da pandemia de Covid-19. As decisões são tomadas de acordo com a quantidade de diagnósticos positivos, a ocupação de leitos hospitalares e os óbitos.

O texto determina que o acesso às instituições de ensino seja limitado “às pessoas indispensáveis ao seu funcionamento, que não apresentem fatores de risco e que façam o uso de máscara”. O atendimento ao público será de forma online ou via telefone. “Caso seja necessário atendimento presencial, deverá ser previamente agendado”, estabelece o protocolo.

ENTRADA E SAÍDA – A orientação é que a entrada e a saída dos alunos sejam escalonadas, de maneira a evitar aglomerações. Cada turma terá um horário específico. Todos passarão pela verificação de temperatura e terão de higienizar as mãos com álcool em gel antes do ingresso no estabelecimento.

Recreio e ida ao banheiro também serão organizados de forma intercalada, para que os alunos de salas diferentes não se encontrem. A mesma recomendação vale para a hora da merenda, sendo proibido o compartilhamento de lanches entre as crianças. A cada troca de grupo, os ambientes deverão ser higienizados.

Em relação a bebedouros, os bicos ejetores curtos ficarão desativados, por causa do risco de contaminação caso a pessoas encoste os lábios neles. Os bicos em gancho (usados para abastecer copos ou garrafas) serão mantidos por ser possível utilizá-los com segurança. Mesmo assim, o protocolo recomenda que cada aluno leve o próprio recipiente com água.

HIGIENIZAÇÃO – O documento organizado pelo Comitê de Volta às Aulas destaca que a limpeza das salas de aula será realizada a cada duas horas, ou no máximo a cada troca de turno. Vale também para grades, mesas, carteiras, puxadores de porta e corrimões, entre outras superfícies.

Quanto aos cuidados com a higienização das mãos, cabe a cada escola disponibilizar álcool em gel em locais estratégicos, por exemplo, entrada do prédio, salas de aula, banheiros, refeitórios, cozinhas, quadras poliesportivas e outros espaços com trânsito de pessoas.

De acordo com a secretária Municipal de Educação, todos os equipamentos obrigatórios de segurança contra a Covid-19 foram adquiridos pela Prefeitura de Paranavaí. Os itens considerados opcionais ficarão a cargo de cada estabelecimento, com a possibilidade de utilizar recursos do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE emergencial).

SE HOUVER CASOS – Adélia Paixão informou que se forem identificados casos de contaminação por coronavírus, a escola será fechada por dez dias. Haverá monitoramento constante das condições de saúde dos estudantes e de toda a parcela da população com a mesma faixa etária. A qualquer sinal de aumento de risco, as atividades presenciais poderão ser suspensas.

CAPACITAÇÃO – Ao longo desta semana, profissionais das escolas municipais passaram por capacitações pedagógicas e receberam orientações sobre os cuidados a serem tomados diante da pandemia de Covid-19, inclusive com aplicação prática dos itens descritos no protocolo de volta às aulas. Na avaliação de Adélia Paixão, seguir essas recomendações é fundamental para garantir a segurança de estudantes e trabalhadores.

ESCOLAS PARTICULARES – O documento também foi adotado pelas escolas particulares de Paranavaí. São seis estabelecimentos de ensino que somam aproximadamente 2.000 alunos. O ano letivo teve início no dia 1º de fevereiro, com atividades exclusivamente remotas. A partir desta segunda-feira (8), as aulas presenciais serão retomadas – de maneira gradativa e com escalonamento de turmas.

 


Programação de volta às aulas em escolas municipais e particulares

Dia 8/2

3º e 2º ano do Ensino Médio

9º e 8º ano do Ensino Fundamental

5º e 4º ano das escolas municipais e particulares

Dia 18/2

1º ano do Ensino Médio

6º e 7º ano do Ensino Fundamental

3º e 2º ano das escolas municipais e particulares

Dia 22/2

1º ano e Infantil 5 das escolas municipais e particulares

Dia 1/3

Infantil 4 das escolas municipais e particulares

Dia 8/3

Infantil 4 dos centros de educação infantil municipais e particulares

Dia 15/3

Maternal I e II em instituições municipais e particulares

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.