Destaque

Pedindo tratamento imediato para a Covid-19, contra

o lockdow (confinamento) e na defesa de outras bandeiras, grupo de paranavaienses foi às ruas em carreata neste domingo. Trata-se de uma ação de apoiadores do presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido), formada pelo chamado Grupo Conservador de Paranavaí e Movimento da Família Cristã de Paranavaí. Ato seguiu uma convocação nacional, com realizações simultâneas em várias cidades do Brasil.

Ocupantes dos veículos portavam bandeiras do Brasil, camisas nas cores verde e amarelo e algumas faixas com as inscrições pedindo tratamento precoce, intervenção militar com Bolsonaro no poder e voto impresso nas eleições. Também pediam a abertura de templos religiosos nestes tempos de pandemia, cuja decisão ficou a cargo de governadores e prefeitos por decisão do Supremo Tribunal Federal – STF. (Não confundir com a liberdade de culto, direito constitucional).

A manifestação passou por algumas ruas e avenidas da cidade, com direito a uma parada no Tiro de Guerra (TG) e finalizando a carreata na Praça dos Pioneiros, local onde os participantes cantaram o Hino Nacional Brasileiro.

Idalice Faria, integrante do Grupo Conservador de Paranavaí, contou à equipe do DN (Diário do Noroeste) que a carreata teve participação também de algumas lideranças das cidades de Loanda, Nova Esperança e de Alto Paraná.

Como reforça Idalice, a ação se deu em defesa de três bandeiras: tratamento imediato; não ao lockdown e não fechamento das igrejas.

ESCLARECENDO: O Brasil não adotou até o momento o chamado lockdow (confinamento). O que houve, com variações muito pontuais e localizadas, foi o distanciamento social ou fechamento parcial de atividades visando combater a proliferação do coronavírus.

Também não há evidência científica sobre o chamado tratamento precoce/imediato, baseado em um coquetel de medicamentos contra a Covid-19. Salientando que há profissionais da medicina que indicam o chamado Kit Covid para tratar a doença, embora organismos oficiais descartem seu efeito.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.