Destaque

DA FOLHAPRESS

O Real Madrid anunciou nesta terça-feira (1º) o retorno do técnico Carlo Ancelotti, 61. O italiano vai assumir a vaga deixada por Zinédine Zidane, 48, que optou por encerrar sua segunda passagem pelo comando da equipe madridista.
Ancelotti também terá uma segunda oportunidade à frente do Real. Ele dirigiu a equipe entre 2013 e 2015, período no qual conquistou quatro títulos: a Champions League (2013/14), o Mundial de Clubes (2014), a Copa do Rei (2013/14) e a Supercopa da Uefa (2014).
Ele acumula, ainda, passagens por clubes como Juventus (ITA), Milan (ITA), Chelsea (ING) e Bayern de Munique (ALE).
Em 2015, quando anunciou a demissão de Ancelotti, o presidente do time madrileno, Florentino Pérez, afirmou: “A exigência aqui é máxima, e acreditamos que é o momento de dar novo impulso para ganhar títulos e alcançar o máximo nível competitivo”.
Agora, o desafio do italiano será justamente recolocar a equipe espanhola no caminho das conquistas. Na temporada 2020/21, o Real Madrid terminou o Campeonato Espanhol em segundo, atrás do Atlético de Madrid. Na Champions, o clube foi eliminado na semifinal, pelo Chelsea.
O Real Madrid ficou sem conquistar nenhum título na temporada, algo que não ocorria desde 2009/10.
O fato contribuiu para o desgaste de Zidane à frente do elenco. Em sua primeira passagem como técnico do Real Madrid (de 2016 a 2018), o francês foi tricampeão da Champions League, além de ter conquistado três Mundiais de Clubes, duas Supercopas da Europa, um Espanhol e uma Supercopa da Espanha.
Ele voltou ao clube em 2019 e encerrou sua nova passagem com dois títulos: o Espanhol e a Supercopa da Espanha de 2019/20.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.