Destaque

A Secretaria de Saúde de Paranavaí confirmou 83 novos casos de Covid-19 em 24 horas. Foi o maior número de registros desde o início da pandemia, em março de 2020. Até então, a marca mais alta era de 11 de dezembro, 77. Com os resultados, o município acumula 2.779 diagnósticos positivos.

Médica responsável pela Ala Covid-19 da Santa Casa de Paranavaí, a infectologista Gislaine Erédia afirma que o crescimento era esperado e pode ser ainda mais expressivo ao longo dos próximos dias. Aumentam também a chance de haver mais pacientes com sintomas graves da doença e a necessidade de internações hospitalares.

Esse é o resultado das festas de final de ano. As aglomerações e o descumprimento das medidas sanitárias aceleraram a disseminação do coronvaírus. O cálculo é simples: os sinais da doença levam de dois a 14 dias para aparecer. Nesse intervalo, o contágio não para. “Estamos no limite do tempo para a doença se manifestar”, destaca a infectologista.

A última atualização dos números de Paranavaí mostra que pessoas de diferentes faixas etárias contraíram o vírus. São 34 homens com 18 a 73 anos, 43 mulheres com 20 a 78 anos, três adolescentes de 14 a 16 anos e três crianças de sete a 12 anos. Ou seja, ninguém está imune. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, todos os pacientes cumprem isolamento domiciliar.

NOROESTE DO PARANÁ – Até agora, Paranavaí contabiliza 38 óbitos por Covid-19. É o município do Noroeste do Paraná com mais registros, seguido por Loanda (14), Paraíso do Norte (oito), Santa Isabel do Ivaí (seis) e Terra Rica (cinco). A região soma 103 mortes provocadas pela doença. Só não registraram óbitos Amaporã, Cruzeiro do Sul, Jardim Olinda, Nova Aliança do Ivaí e São Pedro do Paraná.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), a região tem uma das menores incidências de casos positivos, com taxa de 2.436 para cada 100 mil habitantes. A média estadual é de 4.091. Não significa, no entanto, que a situação esteja controlada. A 14ª Regional de Saúde também avalia que as reuniões festivas de Natal e Ano Novo impulsionaram a disseminação do coronavírus, elevando a quantidade de diagnósticos positivos.

SANTA CASA – Na tarde de ontem, a Ala Covid-19 da Santa Casa de Paranavaí tinha cinco leitos de UTI ocupados, atingindo taxa de 50%. Dois pacientes eram de Umuarama. A tendência é que o percentual cresça gradativamente. A médica Gislaine Erédia explica que pelo menos 5% das pessoas com a doença manifestam sintomas graves e precisam ser internadas.

Cabe ressaltar que o hospital recebe pacientes de todo o Noroeste do Paraná e de outras partes do Estado. Além dos cinco que estavam na UTI, três ocupavam leitos de Enfermaria e dois estavam em quartos destinados aos convênios. Dos dez internados, oito testaram positivo para coronvaírus e dois aguardavam resultados de exames. Eram cinco pacientes de Paranavaí: três mulheres (54, 78 e 83 anos) e dois homens (58 e 77 anos) – todos na Enfermaria.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.