Destaque

Na próxima quarta (30) haverá reunião com prefeito KIQ e secretário Carlos Rodrigues para tratar do assunto

 Reunida na manhã desta quarta-feira (23), a Comissão de Natal organizada pela Associação Comercial e Empresarial de Paranavaí (Aciap) e composta por empresários do comércio varejista decidiu não realizar nenhuma campanha de fomento ao comércio, no formato de entrega de cupons para concorrer a prêmios. Os lojistas preferem envidar esforços e investimentos em decoração natalina. A decisão foi tomada de forma unânime pela comissão.

Como a questão da decoração não depende da Aciap, os lojistas decidiram fazer uma reunião com o prefeito Carlos Henrique Rossato Gomes (Delegado KIQ) e com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Emanuel Rodrigues, para tratar do assunto. A reunião está confirmada para a próxima quarta-feira (30), às 18 horas, na sede da Aciap. Os participantes deverão usar máscaras e no auditório haverá o distanciamento social. Na entrada da entidade será disponibilizado álcool. Estas medidas já foram adotadas na reunião desta quarta.

Foto: Arquivo Diário do Noroeste

Ao prefeito e ao secretário, os lojistas informarão que a decoração natalina do ano passado na Praça dos Pioneiros ficou muito boa e chamou a atenção. No entanto, teve um efeito colateral, que foi tirar os consumidores do centro comercial da cidade. “A chegada do Papai Noel e a decoração no centro da cidade são essenciais para o comércio”, disse o diretor de Desenvolvimento, João Roberto Viotto Júnior.

Os empresários querem atrativos no centro da cidade e se for confirmada que este ano não haverá a decoração na Praça dos Pioneiros, conforme alguns rumores que circulam na cidade, vão pedir que a estrutura de 2019 agora seja colocada no centro.

Além do investimento público, os varejistas não descartaram a possibilidade de investimentos privados na decoração da cidade. Para isso, a decoradora Fernanda Freitas deve apresentar, até quarta-feira, algumas sugestões, cujos custos poderiam ser rateados entre os empresários. A possibilidade deste investimento foi um dos motivos que levou a comissão a optar em não investir em campanha com prêmios, que a cada ano tem menos interesse do consumidor.

“Os empresários querem movimentar a cidade no Natal. Se a cidade estiver bonita, as pessoas saem para passear, levam os filhos e acabam comprando no comércio. Além disso, a cidade bem decorada atrai consumidores da região. Aí só depende de cada lojista atrair o consumidor para o seu estabelecimento”, explicou o gerente da ACIAP, Carlos Henrique (Kaká) Scarabelli.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.