Destaque

Quem perder o prazo, que termina no dia 30 de abril, ficará sujeito à cobrança de multa por atraso, cujo valor mínimo é de R$ 165,74

Até a última segunda-feira (22), 5.487 declarações do Imposto de Renda (IR) tinham sido enviadas à Receita Federal por contribuintes do Noroeste do Paraná. O número representa 16% do total esperado em toda a região, ou seja, pouco mais de 35.100. O prazo para a entrega termina no dia 30 de abril, e por enquanto não há previsão de que seja prorrogado.

O procedimento é obrigatório para quem, em 2020, recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70; teve rendimentos isentos cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil; ou possuía, em 31 de dezembro, propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, acima de R$ 300 mil. Neste ano, há uma novidade: beneficiários do auxílio emergencial com rendimentos tributáveis que ultrapassaram R$ 22.847,76 também precisam declarar o IR.

Chefe regional da Receita Federal (RF) em Paranavaí, Agnaldo Sartorelli afirma que o acesso ao programa e a dinâmica de preenchimento dos dados não requerem “muito conhecimento da legislação. Agora se o contribuinte não tem familiaridade com a informática ou desconhece os procedimentos, será melhor procurar um profissional habilitado para que não incorra em erros”. O programa está disponível na página da Receita Federal (www.gov.br/receitafederal/pt-br/assuntos/meu-imposto-de-renda).

Sartorelli explica que no mesmo site é possível tirar uma série de dúvidas sobre obrigatoriedade da entrega, o que precisa ser declarado, o que pode ser deduzido e quem pode ser apontado como dependente do contribuinte. Outras informações podem ser obtidas pelo chat da RF ou no e-CAC, através do Portal e-GOV.

Quem perder o prazo ficará sujeito à cobrança de multa por atraso, cujo valor mínimo é R$ 165,74. Além disso, terá o CPF considerado em situação irregular e não conseguirá emitir certidões, participar de concursos públicos, fechar contratos com a União e emitir passaporte, entre outras restrições.

Segundo números da Receita Federal, a expectativa é que os contribuintes do Noroeste do Paraná enviem 35.121 declarações do Imposto de Renda, sendo 15.780 somente de Paranavaí. Dos mais de 5.400 documentos entregues até a última segunda-feira na região, 2.259 foram de paranavaienses.

A avaliação do contador Wilson Peixoto de Almeida é que os contribuintes não devem deixar para os últimos dias. Assim, é possível fazer as pesquisas necessárias, verificar se todos os documentos estão incluídos na declaração e cumprir as etapas do envio de maneira organizada.

Almeida conta que a procura por orientações técnicas aumentou nos últimos dias, e a tendência é que cresça ainda mais nas próximas semanas. De acordo com o contador, um profissional habilitado está preparado para fazer o acompanhamento mensal da contabilidade do contribuinte, buscar as fontes pagadoras e criar controles de despesas e receitas.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.