Destaque

O prefeito Gilson José de Gois (Gilson Construtor) de Itaúna do Sul, informou ontem que nestes primeiros meses de 2021, a gestão investiu quase R$ 400 mil para quitar dívidas que, segundo analisa, poderiam ter sido evitadas ao longo dos anos.

Na última terça-feira (25) foi quitada mais uma dívida que o município possuía, referente a um precatório no valor de R$ 170.768,26.

De acordo com o prefeito, é a segunda dívida de valor extremamente alto para os padrões do município que foram honradas em menos de cinco meses de trabalho.

O prefeito informou que os valores para efetuar os pagamentos foram oriundos de recursos livres, economizados ao longo dos cinco meses de trabalho. Conforme lembra, dinheiro que poderia ter  sido utilizado para atender outras necessidades, recape de ruas por exemplo.

Ele lembra que devido aos precatórios o município vinha sendo impedido de receber recursos (emendas parlamentares). Por isso, a dívida não podia ser adiada. Por fim, lamenta que tais compromissos foram “deixados de lado por gestões passadas, gerando grandes consequências, entre elas a perda de emendas parlamentares”.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.