Destaque

A Santa Casa de Paranavaí voltou a registrar 100% de ocupação de leitos na UTI da Ala Covid-19. Na Enfermaria, foram 30%. Os números foram divulgados no início da tarde de sexta-feira e se referem ao período de 24 horas. Nesse intervalo, um homem de 68 anos, morador de Cianorte, morreu. Estava internado desde o dia 12 de janeiro, havia testado positivo para coronavírus e respirava com auxílio de aparelhos.

Referência para internamento de pacientes com Covid-19, a Santa Casa recebe pacientes de diferentes municípios da região e de outras partes do Paraná. Dispõe de 20 leitos destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS), sendo 10 de UTI e 10 de Enfermaria, além dos espaços destinados aos convênios. Na tarde de sexta-feira, os 14 internados tinham resultados positivos para coronavírus.

Nove dos pacientes internados na Santa Casa são de Paranavaí: dois homens (55 e 58 anos) e duas mulheres (54 e 75 anos) na Enfermaria e três homens (57, 59 e 85 anos) e duas mulher (63 e 83 anos) na UTI. Além dessas pessoas, o município conta com 413 com o vírus ativo, totalizando 422. Outas 129 foram submetidas a exames e esperam a conclusão das análises.

Na tarde de sexta-feira, a Prefeitura de Paranavaí confirmou 58 novos casos de Covid-19: 17 homens (21 a 56 anos), 34 mulheres (18 a 67 anos), dois adolescentes (13 e 14 anos) e cinco crianças (4 a 11 anos). De acordo com a Administração Municipal, todas as pessoas cumprem isolamento social e recebem acompanhamento das equipes da Secretaria de Saúde. Com os resultados, subiu para 2.897 o número de pessoas positivadas.

A última terça-feira (11) teve maior número de diagnósticos positivos para Covid-19 desde o início da pandemia, alcançando 83. De lá para cá foram 60 novos casos na quarta-feira e 50 na quinta-feira. Somando os 58 de sexta-feira, o período totalizou 251 confirmações da doença. A título de comparação, no dia 7 de janeiro deste ano, a Prefeitura de Paranavaí registrou 30 novos casos.

As autoridades em saúde haviam alertado sobre a possibilidade de crescimento dos números, por causa das festividades de final de ano, que tradicionalmente são ocasiões para reuniões de familiares e amigos. As aglomerações e a falta de cuidados para evitar a disseminação do coronavírus trouxeram Paranavaí até aqui.

O alerta é para que a população volte a tomar as medidas de prevenção de maneira efetiva. Segundo o chefe regional de Vigilância em Saúde, Walter Sordi, se a situação piorar será preciso adotar regras sanitárias mais drásticas que garantam, de fato, o distanciamento das pessoas.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.