Destaque

Dados preliminares da pesquisa em andamento mostram que 90% dos entrevistados não participam das atividades desenvolvidas pela secretaria

Após convite realizado pelos vereadores de Paranavaí, o secretário municipal de Esportes e Lazer, Rafael Octaviano de Souza, compareceu à Câmara, nesta semana, para prestar informações e esclarecimentos sobre os projetos esportivos no município.

Rafael explicou que as secretarias de Esportes e Lazer e da Saúde, em parceria com o Grupo de Pesquisas e Estudos em Educação Física, Saúde e Desempenho da Unifatecie estão realizando um projeto de pesquisa, na qual pretendem fazer o diagnóstico da população paranavaiense, quanto aos “Motivos que levam à prática de exercício físico e esporte”.

PESQUISA – Segundo o secretário, dados preliminares mostram que 90% dos entrevistados não participam das atividades desenvolvidas pela secretaria; porém, 90,7% dos entrevistados praticam exercícios para a prevenção de doenças; 87,9% diversão e bem-estar e 87,6% para melhorar a condição física, o que é notório que “a prática de exercício físico está fortemente vinculado à promoção e prevenção da saúde”.

Ele também relatou que 75,7% da população brasileira encontra-se com sobrepeso e obesidade, e que dados da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico, Vigitel Brasil 2019, afirmam que 58,7% são insuficientemente ativos ou inativos no que diz respeito à prática do exercício físico, o que impacta diretamente na causa morte da população. “Antes da pandemia, 74% de todas as causas de morte se relacionavam com as doenças crônicas não transmissíveis, ocasionadas boa parte pela ausência ou prática insuficiente da atividade física”, afirmou Rafael.

PREOCUPAÇÃO – Citou ainda que, dados de sua tese de doutorado, realizada com mais de 3.500 estudantes da Universidade Federal do Paraná, apontaram comportamentos de saúde preocupantes, como o uso frequente de tabaco, bebidas alcoólicas, e de drogas ilícitas, além do baixo consumo de frutas e hortaliças, e problemas relacionados à saúde emocional, já que 86,6% relataram problemas de sonolência; 33,7% ansiedade; 24,8% com prevalência de estresse geral; 19,8% depressão; 29,6% já pensaram em suicídio e 9,8% já o tentaram. “Trago dados que nos levam a reflexão, pois estes dados estão muito mais próximos do que a gente pensa”, explicou.

Quanto aos projetos, o secretário falou que estão fazendo a

divulgação do calendário esportivo, mas que várias outras ações estão elencadas no cronograma, como: a implantação de aplicativo no qual as pessoas poderão acompanhar os locais que as práticas estão acontecendo de maneira online; a interdição de um trecho da Avenida Heitor de Alencar Furtado para a prática de atividades físicas, a abertura da Secretaria de Esportes aos domingos com atividades, bem como do Noroestão para que as pessoas possam fazer caminhadas em dias de chuva, além do incentivo aos esportes de aventura, programa de obesidade infantil, e a conferência municipal de esportes para discutir com a população o assunto em Paranavaí.

Na oportunidade, os vereadores parabenizaram o trabalho desenvolvido pela equipe da Secretaria de Esportes e Lazer, e questionaram a necessidade de infraestrutura para a prática de esportes e áreas de lazer nas vilas rurais e distritos, o apoio aos atletas de alto rendimento, e o fomento do esporte aos idosos, com a utilização das academias da terceira idade em conjunto com as unidades básicas de saúde.

O secretário explicou que a secretaria tem se empenhado em oferecer condições para a prática de atividades, que o esporte de alto rendimento se tornou muito caro, mas que como forma de incentivo o município possui o programa bolsa atleta, e que devido ao número de academias da terceira idade não é possível realizar este tipo de atendimento.

Dê sua contribuição, participe do formulário “Motivos que levam a prática de exercício físico e esporte”, disponível em (https://bit.ly/3e7hqH0).

Confira a matéria sobre a pesquisa: (https://www.paranavai.pr.gov.br/noticias/1423561).

(fonte: Assessoria Câmara)

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.