Destaque

Sete filhotes de cachorro foram encontrados no meio do matagal, com sede e expostos ao forte sol. Eles estavam às margens de uma estrada rural em Paranavaí, pela equipe da Guarda Municipal (GM). A Vigilância Sanitária e Zoonoses resgataram os filhotes e os levaram até a Sociedade Protetora dos Animais de Paranavaí (SPAP) para receberem os devidos cuidados.

Ainda segundo a Guarda Municipal, três dos sete filhotes encontrados foram adotados por algumas pessoas que estavam na Sociedade Protetora dos Animais. A GM alerta que o abandono de animais é crime.

LEI AUMENTA PENA PARA MAUS-TRATOS – O resgate em Paranavaí acontece um dia depois que presidente Jair Bolsonaro sancionou, em cerimônia no Palácio do Planalto, a lei que aumenta as penas para quem maltratar cães e gatos. Agora, este crime passa a ser punido com prisão de dois a cinco anos, multa e proibição da guarda, a novidade do projeto. Antes, a pena era de detenção de três meses a um ano, além de multa.

Presidente assinou nova legislação nesta terça-feira

A nova legislação é oriunda do projeto de lei 1.095/2019, de autoria do deputado federal Fred Costa (Patriota-MG).

A pena de reclusão da nova lei prevê cumprimento em estabelecimentos mais rígidos, como presídios de segurança média ou máxima. O regime de cumprimento de reclusão pode ser fechado, semiaberto ou aberto.

INFORMAÇÕES – Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem 28,8 milhões de domicílios com, pelo menos, um cachorro e mais 11,5 milhões com algum gato.

Em meio à pandemia da covid-19, que manteve mais pessoas em casa, aumentaram os registros de denúncias de maus-tratos a cães e gatos, segundo relatos de organizações não-governamentais de defesa e proteção animal.

(Pedro Rafael Vilela, da Agência Brasil)

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.