Destaque

Ventos fortes provocam o contato da vegetação com a rede, comprometendo a fiação e o sistema de fornecimento

Pelo menos 91 domicílios de Paranavaí tiveram o fornecimento de energia elétrica interrompido. Foi o resultado do vendaval que atingiu os municípios do Noroeste do Paraná na noite de quarta-feira (14), derrubando árvores e comprometendo a rede da Companhia Paranaense de Energia (Copel). No início da tarde de ontem, mais de 70 casas ainda estavam sem luz.

De acordo com a assessoria de imprensa da Copel, o número de ocorrências nas regiões Noroeste e Oeste do Estado chegou a 75 mil. A maior concentração de problemas com o fornecimento de energia foi registrada em Maringá (4,5 mil), Presidente Castelo Branco (2 mil) e Douradina (1,8 mil).

Trabalho de retirada das árvores caídas começou na noite de quarta-feira
Fotos: Ivan Fuquini

A explicação para os desligamentos é que os ventos fortes provocam o contato da vegetação com a rede elétrica, danificando a fiação e o sistema de fornecimento de energia. Também pode haver descargas atmosféricas (raios).

As equipes da Copel foram às ruas de Paranavaí durante a madrugada e seguiram com os serviços de reparo ao longo do dia. Na tarde de ontem, parte dos trabalhos foi realizada na área urbana, mas a maioria dos técnicos se dirigiu às regiões rurais.

ACIDENTE – Segundo informações do Corpo de Bombeiros de Paranavaí, pelo menos sete árvores caíram em diferentes pontos da cidade. Cinco ocorrências foram registradas durante a noite de quarta-feira e duas na manhã seguinte. Em um dos casos, um motociclista de 27 anos de idade se acidentou.

Quando caiu, o capacete se soltou. Com o impacto, o motociclista sofreu traumatismo craniano e precisou ser hospitalizado. A última atualização feita pela equipe do Diário do Noroeste apontava para o internamento dele na enfermaria da Santa Casa de Paranavaí, com quadro de saúde estável.

MEIO AMIBIENTE – Além das quedas de árvores, muitos galhos e folhas ficaram espalhados por avenidas, ruas e calçadas de Paranavaí. Por isso, profissionais de limpeza trabalharam durante o dia para retirar a sujeira causada pelo vendaval. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente informou que os pontos com maior acúmulo de detritos tiveram prioridade e o restante seria feito gradativamente.

A orientação para os moradores é que não varram para dentro dos bueiros, mas embalem em sacos de lixo, assim, serão retirados pela equipe de coleta e receberão a destinação correta. Quem vir galhos em fios da rede elétrica deverá comunicar à Copel. Casos que comprometem vias públicas e calçadas podem ser informados à Ouvidoria Municipal.

O secretário de Infraestrutura de Paranavaí, Renato Dultra, informou que não houve solicitações específicas sobre entupimento de bocas-de-lobo e que a limpeza das galerias segue dentro da normalidade. Os problemas em decorrência da grande quantidade de folhas, se houver, serão percebidos quando chover com mais intensidade.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.