Destaque

A pandemia da Covid-19 e o distanciamento social trouxeram novas demandas e desafios para a educação. Em busca de minimizar o sofrimento e os impactos negativos causados aos alunos da rede municipal de ensino, o vereador Roberto Picoreli (Pó Royal), com o apoio dos parlamentares professora Cida Gonçalves, José Galvão e Valmir Trossini, de Paranavaí, apresentou nesta semana, indicação ao prefeito Carlos Henrique Rossato Gomes, em que sugerem a criação de programa de suporte psicológico aos estudantes no período de pandemia do novo Coronavírus.

“As rápidas mudanças sociais e econômicas decorrentes do surto da Covid afetou de forma significativa o bem-estar e a dinâmica dos alunos e de suas famílias. Com as aulas online e o isolamento, as crianças acabam passando muito tempo dispersos, e dedicam grande parte de seu tempo em aparelhos eletrônicos, como videogames, computadores, tabletes e celulares, que não contribuem com o gasto de energia, e ainda trazem reflexos desfavoráveis como mudanças de humor, agitação, irritabilidade e alterações no sono”, disse Pó Royal.

Na justificativa da proposição, os parlamentares explicam que o apoio é de extrema importância para combater ou ao menos minimizar os efeitos psicológicos da pandemia, como: dependência excessiva dos pais, desatenção, preocupação, problemas de sono, falta de apetite e pesadelos, entre tantos outros diagnosticados.

“Entendemos que as alternativas adotadas pelas escolas de forma emergencial não estão sendo suficientes para substituir integralmente o ambiente escolar, fato que pode acarretar em um retrocesso na trajetória de aprendizado. Por esta razão, compete aos pais e professores o engajamento para diminuir os transtornos, e aos governos e escolas o planejamento de estratégias para suprir o descompasso pós-pandemia”, finalizou o proponente.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.