Esporte

Ainda de ressaca pela perda da Recopa Sul-Americana anteontem à noite para o Defensa y Justicia de Argentina, o Palmeiras treinou nesta quinta-feira no campo do Brasiliense, em Brasília-DF, e iniciou a preparação para o clássico com o São Paulo, nesta sexta-feira (16), às 22h, no Allianz Parque, pela 5ª rodada do Campeonato Paulista.

Foram a campo os goleiros Vinicius e Jailson, os zagueiros Alan Empereur e Kuscevic, os laterais Victor Luís e Esteves, os meio-campistas Gustavo Scarpa, Zé Rafael e Danilo Barbosa e os atacantes Luiz Adriano, Rafael Elias, Giovani e Willian. Os demais permaneceram no hotel para atividades regenerativas.

A comissão técnica comandou inicialmente um trabalho de cinco contra cinco, além de um curinga, em campo reduzido. Depois, uma atividade de cruzamentos e finalizações. Alguns jogadores praticaram ainda cobranças de falta e pênaltis.

O Verdão está invicto no estadual, com duas vitórias e dois empates em quatro jogos disputados. O clube ocupa a segunda colocação do Grupo C, com oito pontos, atrás do Red Bull Bragantino, que tem 11 e dois jogos a mais. Grêmio Novorizontino (oito pontos) e Ituano (sete pontos) completam a chave.

PERDA DA RECOPA – Superado pelo Flamengo nos pênaltis na Supercopa do Brasil no último domingo, o Palmeiras voltou a falhar nos tiros da marca penal. A equipe alviverde foi derrotada por 2 a 1 pelo Defensa y Justicia, na noite de quarta-feira (14), em Brasília, e perdeu o título da Recopa Sul-Americana no desempate: 4 a 3.
Os comandados de Abel Ferreira haviam triunfado no jogo de ida, na Argentina, por 2 a 1. Entraram em vantagem na tentativa de levantar o troféu e saíram na frente, mas levaram a virada nos acréscimos, perderam um pênalti na prorrogação e fracassaram nas batidas decisivas.
Luiz Adriano e Weverton desperdiçaram suas cobranças. Assim, o time paulista repetiu o resultado que havia obtido em fevereiro, contra o Al Ahly, na disputa de pênaltis pelo terceiro lugar do Mundial, e no último domingo (11), no duelo com o Flamengo pela Supercopa.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.