Esporte
O presidente do Conselho Deliberativo do Atlético Clube Paranavaí (ACP), Francisco Carneiro dos Santos Soares, atribuiu a queda do time para a 3ª Divisão do Futebol Paranaense a falta de apoio e também melhor qualidade dos adversários. “Perdemos para adversários que eram melhores que nós”, sintetiza. 
Em entrevista ao Diário do Noroeste, disse que quanto à perda dos quatro pontos (determinante para a queda, pois influenciou no ânimo dos atletas), defende a opção de entrar em campo mesmo com jogadores irregulares. Justifica que se o time não jogasse, a multa seria de R$ 25.000,00 e, não tendo esse valor, não jogaria a segunda rodada. 
Neste ano a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) mudou a forma de registrar atletas para aparecer no Boletim Informativo Diário, e isso complicou na hora de fazer a inscrição, baseado em 2018, avalia. O Paranavaí não foi comunicado da mudança e a Federação Paranaense de Futebol recusou os registros, gerando atraso. 
O presidente isentou o secretário Sílvio Antonio Gonçalves (Silvinho) de qualquer culpa pelo problema na inscrição. Os atletas apresentaram carteira de identidade para atuar e, no julgamento, o Paranavaí perdeu os quatro pontos.
SOBRE AS PARCERIAS – Ele elogiou os parceiros atuais do ACP e criticou aliados anteriores (2017 e 2018). Explica que os atuais parceiros “não devem um centavo para ninguém e vão continuar conosco”. Os parceiros continuam trabalhando com a categoria Sub-19.
Francisco Carneiro confia no time Sub-19, que venceu o primeiro jogo (Apucarana) sem cinco atletas considerados titulares por problemas de registro no BID. A competição dá uma vaga para a Copa do Brasil Sub-20 em 2020, independente da divisão que o time profissional estiver disputando.
Sobre eventual saída do comando do Vermelhinho, o presidente lembra que tem mandato até 2021, conforme registro na Federação Paranaense, na CBF e no Cartório, pretendendo continuar, até o final do período. Opina que, não fosse sua disposição de assumir a equipe, o ACP teria fechado as portas em 2017.
Por fim, um recado aos torcedores: “Se Deus quiser eu vou colocar o time onde encontrei, ou seja, na 2ª Divisão”.
Com a queda do time, o Paranavaí não poderá participar do Paranaense Sub-23. Todos os atletas que disputaram a Segunda Divisão já foram embora. 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.