Esporte
Profeta. No dicionário, é aquele que, supostamente, prediz o futuro; vidente; adivinho. No futebol, não é exatamente isso, mas pode se dizer que o São Paulo possui um em seu elenco. O meia Hernanes, ídolo da torcida tricolor, ganhou o apelido de “Profeta” ainda em sua primeira passagem pelo Soberano. Não foi, porém, por nenhuma previsão futurística. 
O nome surgiu por suas entrevistas, que sempre tinham alguma metáfora ou análises profundas. A alcunha pegou tanto que o acompanhou durante toda sua carreira. No seu tempo de futebol italiano, por exemplo, ficou conhecido como “Il Profeta”, tradução literal do apelido.
Títulos não faltam para Hernanes no São Paulo. Em sua terceira passagem pelo clube, porém, ele não perdeu a fome. E se o cargo de Profeta não lhe permite cravar o futuro ainda, ele pode, pelo menos, garantir um São Paulo bem mais aguerrido no Brasileirão.
“Temos que pensar para frente e com certeza vamos começar o Campeonato Brasileiro pensando em grandes objetivos. O São Paulo entra para continuar esse trabalho, estar entre os melhores do Campeonato Brasileiro e, claro, pensar também no título”, disse.
A FORMAÇÃO DE UM ÍDOLO – Natural de Recife, Hernanes começou a carreira profissional em 2005 no Tricolor Paulista. Em sua primeira passagem, além do apelido de Profeta, o meia construiu sua relação de amor com o Soberano. Foram cinco anos defendendo as cores vermelha, preta e branca e dois títulos do Brasileirão conquistados, em 2007 e 2008. 
Nesse período foram 215 jogos, 33 gols e 32 assistências pelo São Paulo. Foi eleito para a Seleção do Brasileirão nos dois anos em que foi campeão brasileiro.
Com o sucesso em solo nacional, Hernanes se transferiu para o futebol italiano, onde também teve bons momentos. Vestiu a camisa da Lazio entre 2010 e 2014, e conquistou a Coppa Italia, marcando 41 gols em 156 jogos disputados. Passou ainda por Inter de Milão e Juventus. No time alvinegro, ganhou mais uma Coppa Italia e o Campeonato Italiano.
Nesse período na Europa, o meia também foi figurinha recorrente na Seleção Brasileira e fez parte do elenco campeão da Copa das Confederações em 2013. 
HOJE
SÃO PAULO X BOTAFOGO
HORÁRIO: 16h

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.