Amadorismo
O Campeonato Paranaense de Futsal da Chave Ouro tem sequência hoje em Paranavaí. O São Lucas/Cresol/Paranavaí recebe às 20h30 no Ginásio Lacerdinha, a equipe de Umuarama.
Este será o penúltimo jogo do São Lucas no primeiro turno e o último em casa. Se vencer, o jogo servirá para sair da incômoda última colocação (tem 4 pontos). A equipe de Umuarama é a oitava colocada com 14 pontos. 
Novamente o técnico Carlos Giuliano não tem a força máxima à disposição. Wesley (suspeita de lesão grave no joelho) é um dos principais ausentes. Poderão retornar ao time Léo (estava suspenso), Mateus e Marcinho (estavam com problemas pessoais). Giuliano não adiantou a equipe, já que nesta manhã realiza um treino tático.
“Jogo difícil, Umuarama investe muito e tem tradição da camisa, montou uma equipe para chegar entre as oito melhores, temos feito bons jogos contra Umuarama, espero que a gente repita a atuação hoje e conquiste três pontos” disse Giuliano.
Analisando a situação do time, Giuliano entende que a equipe São Lucas está passando por um momento difícil, um complicador a mais trabalhar sendo lanterna do Campeonato. Ainda assim, antecipa que a equipe tem que buscar forças.
Ele cita o fato de que ainda não conseguiu jogar com a equipe completa, devido a lesões, questões de registros, transferências e outros fatores. “Mas, temos tudo para fazermos bons jogos e sair desta situação”, resumiu.
Quanto ao perigo de rebaixamento, o técnico prefere apostar na virada. Lembra que quando chegou em 2016 a equipe estava brigando para não cair e uma vitória contra o Marreco deu uma “alavancada” na equipe para fugir da situação. Em 2017 o time foi para o mata-mata; em 2018 foi difícil também e quase a equipe caiu. “Em 2008 escapamos na ultima rodada, empatamos com Cascavel no Ginásio do Sumaré”, recorda. 
Giuliano disse que aceitou o desafio deste ano sabendo das dificuldades que iria encontrar com pouco investimento e muitos atletas jovens.
“Este ano tem acontecido coisas que nunca aconteceram, são atletas com lesões, transferências demorando, espero terminar o ano de uma maneira diferente. Não tenho a preocupação de rebaixamento, estamos lutando e pensando em uma classificação entre as oito melhores, vamos deixar para pensar no pior quando estiver próximo. A situação atual faz você crescer e exige mais soluções para resolver” finalizou Carlos Giuliano.
O diretor Nivaldo Mazzin falou reforça a mensagem. Diz que não é a primeira vez que a São Lucas passa por esse aperto na Chave Ouro. Mas, igualmente confia que é possível inverter já no final do primeiro turno. “Acredito no time, tem feito bons jogos, sabemos que o investimento no futsal do Paraná é grande, longe do que podemos investir. Por isso, estamos procurando novas alternativas para que possamos investir na equipe. Estamos investindo mais na base, que poderá dar bons frutos”.
O ingresso tem o valor único de R$ 10,00.
O Paranaense teve na terça-feira, 4, a goleada de Marechal Rondon sobre o Marreco por 6 a 0. Neste sábado jogarão: Toledo x Matelândia, São José x Palmas.
Classificação 
1º Pato Futsal 27
2º Cascavel 25
3º Marechal Rondon 24
4º Marreco 23
5º Foz Cataratas 23
6º Campo Mourão 22
7º Dois Vizinhos 16
8º Umuarama 14
9º Toledo 11
10º Ampére 9
11º Palmas 8
12º São José 8
13º Matelândia 5
14º São Lucas/Cresol 4

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.