Esporte
Eliminado da Liga dos Campeões, após revés histórico e vice-campeão da Copa da França, a fase não é boa para o PSG. Principalmente para Neymar, criticado por ter agredido um torcedor do Rennes, após a derrota na final da competição francesa. 
O técnico Thomas Tuchel comentou a atitude de Neymar e também a declaração que o brasileiro fez criticando os jovens do grupo, que, segundo o craque, ouvem pouco o treinador e os mais experientes. Tuchel também fez questão de ressaltar que não existem nenhum problema entre Neymar e Mbappé.
“Eu não gostei, não gostei mesmo. Não é possível que aconteça isso. Eu estava lá também, não foi fácil subir para receber as medalhas após a derrota. Foi muito difícil para mim e para todos, mas temos que aceitar. Quando vencermos é mais fácil. Quando perdemos, temos que mostrar respeito”, disse o treinador, em coletiva, ontem.
A agressão de Neymar pode render ao jogador uma suspensão de três a oito jogos pelo Comitê Disciplinar da Federação Francesa. O brasileiro também foi suspenso pelo Comitê da Uefa e vai perder os três primeiros jogos da próxima Liga dos Campeões, por ter reclamado da arbitragem em seu Instagram. 
Neymar também criticou a atitude de alguns jovens do elenco do PSG. Tuchel esclareceu que não tem nada de errado entre o atacante e Mbappé, como alguns na imprensa europeia chegaram a ventilar.
“Eu entendi o que Neymar quis dizer dizer. Isso não é algo para falar em uma entrevista, mas para ser discutido internamente. Existem jogadores que gostam de ganhar e outros que odeiam perder. Todos gostam de ganhar, mas apenas alguns odeiam perder. Precisamos de mais jogadores assim. E não, não há problemas entre Ney e Kylian”, finalizou.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.