Amadorismo
Um grande confronto encerrou no sábado, 3, na Associação de Moradores do Jardim São Jorge de Paranavaí, a 2ª edição da Copa São Jorge/Cresol/Casagrande Acabamentos de Futebol Suíço. O XV de Paranavaí venceu a Agro Flores, nas penalidades, e ficou com o título e uma premiação em dinheiro.
No tempo normal houve empate em 2 a 2. Nas penalidades, o XV venceu por 7 a 6.
Equipes e gols: XV de Paranavaí – Cesinha, Adriano, Alex (1), Bilches, Bruno, Mim, Danilo (1), Ednaldo, Emanoel, Evandro, Giuliano, Lucas, Mário Sérgio, Maycon, Natan, Guga, Rafael, Rodrigo e Thiago; técnico Henrique Sandes.
Agro Flores: Renato, Edgar (1), Everton (1), Evandro, Guilherme, Fernando, Gustavo, Gian, João Bruno, Joel, Leonardo, Lucas, Mário Sérgio, Rafael, Thiago, Valmir, Vitor, Wellington e Wener; técnico Tiago Bonetti. O árbitro foi o Lela, mesário Antônio Carlos.
Na disputa do terceiro lugar, Nova União 1×3 São Cristóvão. Gols de Jackson (Nova), Welker (2) e Léo (São Cristóvão). Os artilheiros com 11 gols foram Léo (São Cristóvão) e Dario (Amigos do Du). Goleiro menos vazado foi Henrique (Nova União) 12 gols. Nos 50 jogos foram assinalados 261 gols, média de 5,22 por jogo. Foram aplicados 195 cartões amarelos e 19 vermelhos.  
A comissão organizadora prestou homenagens: a Ednon, pela dedicação; Cidão, técnico da equipe Estrela Vermelha e pioneiro na realização de campeonatos de bairros; aos árbitros Lela e José Cláudio pela parceria na competição.
DESTAQUES
Henrique – técnico do XV – “A emoção é grande. Não fizemos uma boa primeira fase, conseguimos recuperar no mata-mata. Na hora da decisão nosso goleiro e elenco fizeram a diferença. Os gols nossos saíram nos acréscimos. Uma coisa que nosso time tem é a amizade que contagia a todos e também nunca desistir diante das dificuldades”.
Cesinha – goleiro campeão – “Foi difícil, sabíamos da qualidade da equipe Agro Flores. Eles tiraram um dos favoritos (São Cristóvão), mas nosso time tem o espirito de não desistir em momento algum do jogo, por mais difícil que seja, e de sempre brigar, mostrar dedicação e união. Conseguimos empatar um jogo que estava praticamente perdido, graças a Deus e Nossa Senhora fui feliz nos pênaltis”. 
Tiago Boneti, técnico da Agro Flores que não perdeu na competição: “O resultado faz parte de uma decisão que terminou empatada no tempo normal. Eles ganharam, pois foram mais competentes do que nós nas cobranças de pênaltis. Nem sempre é do jeito que desejamos. Parabéns para eles, fizeram também uma boa campanha. Não tenho do que reclamar, tínhamos que estar ligados até o apito final do tempo normal, vacilamos”.
Edson Dias, presidente da Associação de Moradores do Jardim São Jorge: “Essa Copa teve um nível muito bom e elogiado por todos. Nosso bairro é muito grande e merece um evento desse porte. A coordenação fez um trabalho profissional e muitas empresas ajudaram para esse sucesso”.
Letícia Rodrigues Esbais, gerente da agência Cresol Pioneira –
“A Cresol esteve junto com a comunidade de Paranavaí nessa Copa, um evento muito bem organizado. Em nome da Cresol, agradeço a oportunidade de termos feito parte desse sucesso, valeu a pena ter patrocinado essa competição, parabenizo as equipes e atletas”.
Edvilson Torres, da comissão organizadora – “Tivemos muito trabalho sim, mas foi satisfatório encerrar a competição com um grande público, com duas equipes atuando em alto nível e proporcionado um grande espetáculo de futebol. Agradecimentos à imprensa, Cresol, Casagrande, patrocinadores, equipes, atletas e, de forma especial, ao público que prestigiou”.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.