Local
REINALDO SILVA
Depois de três eleições consecutivas sem votar e sem apresentar justificativa para a ausência no dia do pleito, 60 moradores de Paranavaí precisavam regularizar a situação perante a Justiça Eleitoral. O prazo terminou no dia 6 de maio e apenas uma pessoa compareceu.
Significa que 59 eleitores paranavaienses tiveram o título cancelado. O mesmo aconteceu com dois moradores de Amaporã, dois de Nova Aliança do Ivaí e três de Tamboara.
De acordo com a chefe de Cartório da 72ª zona eleitoral de Paranavaí, Alethéia Barros Aparício, os números são considerados baixos. Isso é o resultado da revisão eleitoral feita em 2017, quando os eleitores tiveram de atualizar os dados junto à Justiça Eleitoral e fazer o recadastramento biométrico. “A grande maioria compareceu”, disse.
Quem está com o título cancelado precisa ir até o Fórum Eleitoral de Paranavaí e retirar a guia de pagamento da multa. Assim que quitar o valor em uma agência bancária, deve retornar e apresentar documento oficial com foto e comprovante de endereço residencial. Pode ser a conta de água ou de energia elétrica ou uma carta do banco, por exemplo, desde que esteja no próprio nome, do pai ou da mãe.
Para eleitores que moravam em outra cidade, tiveram o título cancelado e querem fazer a regularização do documento, existem duas possibilidades. Se for fazer a transferência do documento para o novo endereço, o comprovante de residência precisa ser de pelo menos três meses atrás. Se a intenção é manter as informações anteriores, é necessário retornar à comarca de origem para fazer o procedimento.
Sem o título, o cidadão pode ter o CPF suspenso, ficando impedido de fazer financiamento bancário, tirar passaporte ou se inscrever em concurso público, entre outras restrições.
Atualmente, Paranavaí conta com 60.624 eleitores aptos para votar. Tamboara soma 3.920 pessoas em situação regular. Amaporã totaliza 3.805. E Nova Aliança do Ivaí, 1.336.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.