Local
O presidente do Centro de Educação Infantil (CEI) Santa Terezinha do Menino Jesus, Pedro Donizete de Oliveira, o Pedro da Bosch, disse que a entidade é filantrópica e mantém um convênio com a Prefeitura, mas que “o apoio da sociedade é importante, essencial, para sua manutenção”. A afirmação foi feita a diretores da Sociedade Rural do Noroeste do Paraná, que estiveram no local para a entrega de um cheque no valor de R$ 6.334,50. Trata-se de uma doação que foi viabilizada graças ao projeto Rural Social, através do Ingresso Solidário praticado na última edição da Exposição Feira Agropecuária e Industrial de Paranavaí (ExpoParanavaí), em março.
Ele e a diretora Marina Sandri Fernandes informaram que os custos são altos para a manutenção da entidade que atende 163 crianças na faixa etária dos cinco meses aos 4 anos e 11 meses. A creche funciona das 7h30 às 17 horas e neste período as crianças recebem quatro refeições. “Se não tivermos este tipo de ajuda. Não conseguimos manter as portas abertas”, relata Oliveira.
Durante a visita à creche, o presidente Mário Hélio Lourenço de Almeida Filho e os diretores Jean Ruiz, Carlino Fraga (Mirador) e Eduardo Oliveira puderam constatar o excelente nível de atendimento oferecido às crianças. “Eu entendo que é um dever a Sociedade Rural se preocupar com as entidades assistenciais de Paranavaí. E se, de alguma forma, podemos ajudar, então que façamos a nossa parte”, comentou o presidente.
Na sua avaliação, o trabalho desenvolvido pelas entidades tem uma importância enorme para atender as demandas da população mais carente. “Avalio que é uma obrigação nossa, que podemos, ajudar estas instituições”, reforçou.
Esta mentalidade foi implantada na Sociedade Rural desde que a atual diretoria tomou posse. Eles criaram o projeto Rural Social, que este ano viabilizou, através do Ingresso Solidário, ajuda a sete entidades: GOES, que atende portadores de HIV/AIDS; Lar Vicentino, asilo que atende quase 50 idosos; APDE, que atende portadores de doença oncológica; Sementes de Esperança, Casa da Criança, Agepaz e a Creche Santa Terezinha. Exceto a Agepaz, que ficou com produtos alimentícios que foram doados na portaria do Parque Costa e Silva, as demais instituições participaram do rateio do Ingresso Solidário e cada uma delas ficou com R$ 6.334,50.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.