Local
Assessoria Prefeitura
Um levantamento realizado pela Secretaria de Saúde de Paranavaí aponta que, só no primeiro semestre de 2019, os atendimentos a pacientes com suspeita de dengue nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) já custaram R$ 314.535,47 aos cofres municipais.
“De 1º de janeiro até agora, já tivemos 426 pacientes com suspeita de dengue atendidos na UPA e outros 597 atendidos nas UBSs. Cada atendimento de caso suspeito de dengue na UPA, por exemplo, custa R$ 248,29 para o município. Ou seja, os pacientes atendidos na Unidade de Pronto Atendimento custaram pouco mais de R$ 105 mil. Quando o atendimento é feito nas UBSs, o custo é de R$ 37,70 por paciente, o que representou o montante de R$ 22,5 mil. Também tivemos 1.097 casos suspeitos de dengue que não continham o CID no prontuário eletrônico. Estes atendimentos têm um custo individual de R$ 142,99 – um total de R$ 156.860,03”, explica a secretária de Saúde do município, Andréia Vilar.
O município também já pagou mais de R$ 29 mil para a realização de 4.269 exames – 379 exames de sorologia para dengue e 3.890 hemogramas com plaquetas para suspeita de dengue. Cada exame de sorologia custa R$ 17 e os hemogramas R$ 5,90.
Até esta quarta-feira (26) o município já contabiliza 2.120 casos notificados de dengue na cidade. Destes, 687 foram confirmados, 1.142 descartados e 291 aguardam o resultado.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.