Local
REINALDO SILVA
A programação dos 21 dias de ativismo pelo fim da violência contra mulheres segue até 8 de dezembro. Entre os objetivos, levar orientações para a comunidade e promover debates em diferentes âmbitos da sociedade. A organização é do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM), em parceria com órgãos e entidades que formam a rede de proteção ao público feminino de Paranavaí.
Nesta quinta-feira (28), a programação prevê reunião com grupos de idosos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) da Zona Leste.  
O dia também será de reuniões com as pessoas acompanhadas pelo Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias (Paif). Para essa ação, as psicólogas utilizarão recursos audiovisuais e promoverão rodas de conversa.
A agenda unificada de atividades em defesa das mulheres teve início no dia 20 de novembro. Trata-se de uma ação mundial apoiada pela Organização das Nações Unidas (ONU). Na maior parte dos países, são 16 dias de agenda. No Brasil, a programação inclui cinco dias para falar sobre a violência contra mulheres negras.
Ontem (27), foi dia de palestra no 8º Batalhão de Polícia Militar. Na ocasião, as equipes da Patrulha Maria da Penha e do Núcleo Maria da Penha conversaram com os policiais sobre violência doméstica e atendimento às vítimas.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.