Local
Estão previstas para os dias 23, 24 e 25 de abril as audiências de renegociação de dívidas mediadas pela equipe do Procon de Paranavaí. Serão oportunidades para que os consumidores com débitos em atraso encontrem soluções para fazer a quitação junto às empresas credoras.
A primeira etapa da campanha se estendeu de 11 a 22 de março. Durante os atendimentos, foram confeccionados 140 ofícios, ou seja, documentos destinados aos credores informando a intenção dos consumidores inadimplentes em fazer a renegociação.
O maior número de débitos pendentes está nas agências bancárias, nas financeiras e nas administradoras de cartões de crédito. Essa categoria foi responsável por 82 ofícios. Também foram feitos documentos para lojas e estabelecimentos comerciais (26), empresas de telefonia (17) e outros setores da economia (15).
A equipe do Procon de Paranavaí deverá concluir o envio dos ofícios nesta sexta-feira – parte por correspondência postal, parte entregue pessoalmente. 
De acordo com o diretor do órgão de defesa do consumidor, Carlos Eduardo Balliana, é importante que os consumidores com dívidas compareçam às audiências para “que possamos intermediar as possibilidades de acordo”. Cada sessão de renegociação deverá durar aproximadamente 15 minutos.
PESQUISAS DE PREÇOS – O Procon realizou pesquisas de preços do gás de cozinha vendido em Paranavaí, assim como fez a comparação de preços entre os postos de revenda de combustíveis.
O levantamento realizado em 16 fornecedores de gás apontou uma diferença de 23,08% nos preços do botijão de 13kg (mais usado nas residências). O botijão de 13kg pode ser encontrado com valores entre R$ 65,00 e R$ 80,00 (23,08%), tanto para ser retirado no local como para ser entregue em domicílio.
Entre os combustíveis, o litro do etanol foi o que apresentou maior variação – 15,49%, com menor preço encontrado a R$ 2,84 e o maior a R$ 3,28. 
Com relação à gasolina aditivada, a variação foi de 8,00%, com preços oscilando entre R$ 4,25 e R$ 4,59. Já o preço do litro da gasolina comum foi encontrado ao menor preço a R$ 4,15 e o maior a R$ 4,49, uma variação de 8,19%. 
O diesel comum foi encontrado entre R$ 3,19 e R$ 3,55, variação de 11,29%. Por fim, o último preço verificado foi do diesel S-10, que foi encontrado entre R$ 3,25 e R$ 3,65 – variação de 12,31%.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.