Local
Os agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias da Secretaria de Saúde de Paranavaí foram homenageados pelos vereadores Leônidas Fávero Neto, José Galvão e professor Carlos Alberto João. Na última sessão ordinária da Câmara foram entregues as moções de aplausos.
Vitais dentro do Sistema Único de Saúde, estes trabalhadores que possuem contato direto com a comunidade facilitam o acesso da população à saúde e à prevenção doenças.
Os autores justificaram a honraria devido aos excelentes serviços prestados na área da saúde em prol da sociedade paranavaiense. 
“É uma moção extremamente justa pelo trabalho desenvolvido no nosso município pelos agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias. […] Investimentos nestes agentes têm resultado em uma melhora da saúde da nossa população. […] No entanto, temos que oferecer treinamento, oportunidades e reconhecer o devido valor para a função. Nós já apresentamos requerimento no ano passado pedindo piso nacional para estes agentes, e vamos insistir. Este investimento dá resultado, não é um gasto para o município porque acaba barateando o futuro do controle da saúde da nossa população. Todos aqui e toda a cidade reconhecem a excelência do trabalho de vocês. Parabéns”, disse Leônidas Fávero Neto.
O presidente da Fundação Cultural, Rafael Lucas Torrente representou o prefeito Carlos Henrique Rossato Gomes.
Após a entrega das moções, o agente de combate às endemias, Anderson Moreno discursou em nome dos homenageados. “Esta homenagem veio em boa hora. O que nós temos recebido são críticas negativas […] mas aqueles que nos criticam não conhecem nossas lutas e dificuldades”, disse, relacionando falta de EPI (equipamento de proteção individual), uniformes e repelentes.
“Nós, ACE´s estamos sobrecarregados de serviços e os ACS´s têm desempenhado função de atendente nas Unidades Básica de Saúde, sabendo que esta não é a atribuição deles. Não recebemos nem o piso nacional de R$ 1.250,00, respaldado por lei federal. Enfrentamos todos os dias, bocas de fumo, moradores mal-humorados, cães bravos, e sol quente. Apesar de tudo, acordamos todos os dias cedo e vamos cumprir nossa honrada e valorosa missão, de salvar vidas”, finalizou.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.