Local
Da Redação
Professores, servidores e estudantes da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), campus de Paranavaí, participaram ontem do movimento chamado de Tsunami da Educação, que se estendeu por todo o país.
Durante a manifestação, defenderam o ensino público e se posicionaram contra o contingenciamento no orçamento das despesas discricionárias das universidades.
Desde o início do ano, instituições federais de ensino perderam mais de R$ 5,8 bilhões em verbas. Sem o dinheiro, diferentes campi correm o risco de suspender as atividades letivas a partir de outubro. 
As medidas do Governo Federal não atingem somente o ensino superior, mas também a educação básica. Por isso, a APP-Sindicato aderiu às manifestações. Pela manhã, os atos foram dentro das escolas de Paranavaí.
À noite, os sindicalistas se juntariam à comunidade acadêmica da Unespar, em nova manifestação contrária às decisões do Governo Federal. 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.