Local

Ontem, no final da tarde, foi sepultado no Cemitério Central o corpo do empresário e radiodifusor Ephraim Marques Machado, pioneiro das comunicações de Paranavaí. Ele estava internado na Santa Casa e morreu no começo da manhã. O empresário, 86 anos, foi o responsável pela implantação do que é considerado o primeiro veículo de comunicação de massa da cidade, o serviço de alto-falante Rede Projetores Voz Democrática, a partir de 1948.
Ephraim Machado também fundou a segunda emissora da cidade. Em 1956 entrou no ar a Rádio Cultura Norte Paranaense AM, atualmente operando em frequência modulada. Empreendedor, foi também visionário ao trazer para Paranavaí a primeira rádio FM (frequência modulada), a Caiuá FM, inaugurada em 25 de agosto de 1983.
Como se lembrou em reportagens, documentários e trabalhos de jovens para cursos de formação em comunicação social, a implantação do veículo foi uma ação ousada, já que naquela época (década de 1980) havia poucos aparelhos de rádio com o recurso de sintonia em FM. Até os últimos dias de vida ainda cuidava da parte técnica da Caiuá e tratava pessoalmente de vários aspectos estruturais da emissora.
De postura marcante, o empresário era uma pessoa compromissada com o desenvolvimento da cidade. Tinha o respeito de todos, por ser cumpridor dos compromissos assumidos. Era entusiasta com relação a novas tecnologias e projetos de desenvolvimento econômico e social.   
Natural de Cambará, no Norte do Paraná, Ephrain Machado dizia que escolheu Paranavaí como sua terra. Tanto que “previa” ser sepultado na cidade. O capítulo final dessa longa história de sucesso se deu ontem: 29 de janeiro de 2020, em tarde nublada e chuvosa, Ephrain Marques Machado foi sepultado no Cemitério Central de Paranavaí.
O radiodifusor recebeu diversas homenagens, incluindo o Título de Cidadão Honorário de Paranavaí em 1989, além de reconhecimentos da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (AERP) e do Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão do Paraná (SERT-PR). Deixa a esposa, filhos e netos.
Autoridades do município de Paranavaí lamentaram a morte do empresário. A Prefeitura destacou em nota a história de trabalho e dedicação de Machado.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.