Local
REINALDO SILVA
A revitalização da Avenida Heitor Alencar Furtado, em Paranavaí, teve início em novembro de 2018. O cronograma inclui o trecho que vai desde a BR-376 até a Praça dos Expedicionários, no Jardim São Jorge, e a expectativa é que as obras sejam concluídas até novembro deste ano.
A recuperação da malha asfáltica chegou até a Praça Portugal e foi interrompida temporariamente. Ainda não há previsão de quando será retomada, mas o gerente regional do DER, Fábio de Souza, explicou que isso será possível assim que houver a liberação do aditivo utilizado para remendos na pista. 
Souza informou que a solicitação de compra já está sendo analisada. A expectativa é que a resposta positiva seja dada o mais rapidamente possível, já que o contrato com a empresa executora das obras termina em novembro de 2019. “O cronograma foi comprometido, mas ainda dá tempo”, disse.
Os cálculos feitos inicialmente não levaram em conta o desgaste do asfalto em diferentes níveis ao longo de toda a avenida. Sendo assim, o trecho revitalizado até agora, desde a BR-376 até a Praça Portugal, consumiu o produto que seria aplicado em remendos em toda a extensão da Heitor Alencar Furtado.
De acordo com o gerente regional do DER, o projeto especifica dois tipos de trabalhos: aplicação de micropavimento e uso de concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ), representando investimento de aproximadamente R$ 4 milhões. Até agora, as obras incluíram remendo e reperfilagem, afirmou Souza.
SINALIZAÇÃO – Apesar de estar sob responsabilidade do DER, portanto do Governo do Estado, as obras estão sendo realizadas dentro do perímetro urbano. Por isso, o projeto de sinalização e a retirada de rotatórias no início da avenida ficaram por conta da Administração Municipal. O mesmo vale para as alterações ou adaptações que venham a ser implantadas no restante da via à medida que as obras avançarem

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.