Local
REINALDO SILVA
A diretoria executiva do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Paraná (Creci-PR) esteve ontem em Paranavaí e promoveu uma reunião deliberativa. A visita faz parte da estratégia de descentralização da entidade, sediada em Curitiba. Entre os objetivos estão a aproximação dos profissionais da área e a troca de informações.
O presidente Luiz Celso Castegnaro disse que os encontros estão sendo realizados em todo o Paraná. “Os corretores podem fazer reivindicações e sugestões. Estamos chamando as pessoas para o debate.” Além disso, as reuniões dão oportunidade para que os profissionais conversem sobre as novidades do mercado imobiliário.
Castegnaro classificou as reuniões descentralizadas como “momentos especiais”. Segundo ele, o Creci-PR é um órgão fiscalizador que atua em defesa da sociedade. Por isso, é preciso que todos os corretores conheçam a entidade. “É um trabalho de relacionamento”, pontuou o presidente.
De acordo com Castegnaro, em 2018 o Creci-PR identificou aproximadamente 1.000 pessoas que exerciam a profissão de maneira ilegal. Foram denunciadas para as autoridades policiais e sofreram penalidades. “O corretor de imóveis precisa atuar de forma responsável, porque está mexendo com o dinheiro das pessoas.”
HOMENAGENS – Durante a reunião em Paranavaí, a diretoria executiva do Creci-PR entregou certificados de remidos a dois corretores de imóveis. Trata-se de uma homenagem a quem tem mais de 20 anos de profissão e 70 anos de idade. 
Com isso, não precisam mais fazer as contribuições, mas mesmo assim continuam com acesso a todas as vantagens que os corretores associados ao Creci-PR têm direito. 
Foram homenageados Pedro Rubens Bragato, que está no mercado desde 1981, e Gleidel Barbosa Leite, corretor de imóvel desde 1987.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.