Local
“Nas assembleias apresentamos as reivindicações.
Reclamar pelos cantos não adianta”, diz presidente do Sindicato
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Paranavaí (Sinserpar) realiza na próxima terça-feira, dia 6, uma assembleia geral da categoria para começar a preparar a pauta de reivindicações a ser encaminhada ao Governo Municipal. A data-base da categoria é em janeiro, “Mas dezembro é um mês como muita gente de férias, escolas estão fechadas e algumas secretarias entram em férias coletivas. Então vamos começar agora a elaboração da nossa pauta de reivindicação”, explica o presidente do Sindicato, Gabriel dos Santos Luiz.
A assembleia será realizada no auditório da ACIAP (Ruas Pernambuco, 766, centro). A primeira convocação é para às 19 horas. Não havendo o número de servidores previsto no estatuto, a assembleia terá início às 19h30.
Gabriel dos Santos diz que os servidores devem estar unidos em torno do seu Sindicato e que as assembleias são os fóruns adequados para apresentar as reivindicações. “Não adianta reclamar no local de trabalho, no cafezinho, na sala dos professores, nas UBSs. Os problemas devem ser trazidos ao Sindicato. Mas o momento mais oportuno são as assembleias”, reforçou ele.
VALE-ALIMENTAÇÃO – Para a assembleia da próxima terça-feira, Gabriel espera anunciar a extensão do vale-alimentação, que começa a ser distribuído aos professores, aos demais servidores da Secretaria de Educação. “Estamos conversando com a secretária da Educação (Adélia Paixão) e com o prefeito (Carlos Henrique Rossato Gomes – Delegado KIQ) e sentindo neles muito boa vontade em estender esse benefício aos demais servidores da Educação”, diz Santos.
O presidente do Sindicato avalia que a discussão em torno do vale-alimentação está chegando a bom termo. “Uma das primeiras e mais importantes reivindicações que fizemos desde que a diretoria assumiu, foi o vale-alimentação aos servidores. Conquistamos para os professores e outras poucas categorias da Educação, o que beneficia cerca de 500 servidores. Se for estendido aos outros servidores da Seduc serão mais 500 beneficiados, ou seja, quase a metade dos servidores estará contemplada. Desta forma fica mais fácil a concessão aos demais setores cujos recursos sairão do caixa livre da Prefeitura”, analisa Gabriel.
“Mas para obtermos esta e outras conquistas temos que estar unidos, fortes e organizados em nossos pedidos. Daí a importância de todos nesta assembleia. E os sindicalizados devem convidar seus companheiros para se filiar e fortalecer a nossa representatividade”, finaliza o presidente.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.