Local
REINALDO SILVA
Em defesa do ensino público, gratuito e de qualidade. Em defesa do Instituto Federal do Paraná (IFPR). Estudantes de Paranavaí foram às ruas para protestar contra o bloqueio de verbas anunciado pelo Ministério da Educação (MEC). Aproveitaram a oportunidade para apresentar para a comunidade projetos e pesquisas desenvolvidos ao longo do ano.
A medida representaria mais de 30% do orçamento previsto para o campus do IFPR de Paranavaí, aproximadamente R$ 630 mil. Sem o dinheiro, a instituição teria condições de funcionar somente até setembro. A partir de então, as atividades seriam suspensas.
Na opinião de Gabriela Zaine da Silva, de 19 anos, a falta de recursos para a manutenção do campus teria reflexos negativos não somente para os alunos, mas para todo o país. “Os futuros trabalhadores estão nessas instituições e precisam de formação adequada. Daqui vão sair médicos, advogados, professores”, disse a estudante.
Para Beatrice Schutz Ghudetti, de 15 anos, o ensino público apresenta muitos problemas que precisam ser resolvidos. O bloqueio dos recursos para universidades e institutos federais aprofundaria as dificuldades. 
A estudante do IFPR de Paranavaí sugeriu que o Governo Federal encontre em outros setores a solução para a economia e mantenha a verba para as instituições de ensino. Beatrice desabafou: “A ignorância dos governantes está muito além do nosso poder de compreensão”.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.